Vícios ao volante que podem prejudicar o seu carro

Você sabia que alguns vícios ao volante podem prejudicar a mecânica do seu companheiro de estrada? A gente listou aqui os 5 principais mau hábitos que você pode ter e que danificam seu carro sem você perceber!

1 – Andar com o combustível na reserva

Apesar de muitas pessoas considerarem isso um mito, usar o carro com o tanque de combustível sempre na reserva pode levar ao acúmulo de resíduos no fundo do tanque. O excesso desses resíduos pode fazer com que os bicos injetores fiquem entupidos, o que prejudica o funcionamento do motor e pode até fazer o carro “engasgar” durante o uso.

Outro risco de andar com pouco combustível no tanque é você sofrer uma pane seca, que é quando uma falha no sistema de combustível impede o motor de funcionar. Além disso, parar em uma via por conta de uma pane seca pode também resultar em uma multa de R$130,16 e quatro pontos na Carteira de Habilitação. Então, quando o painel indicar que o combustível está na reserva, o ideal é planejar a ida ao posto de gasolina para evitar qualquer dor de cabeça.

2 – Passar por lombadas com o carro na diagonal

Algumas lombadas chegam a dar medo de tão altas, né? A primeira reação de muita gente é desacelerar o carro e virar um pouco o volante para passar “de lado” pela lombada e não “raspar” o fundo do carro, mas esse vício, se for muito recorrente, pode ter uma consequência ainda pior.

Passar com o carro na diagonal em uma lombada pode forçar a sua estrutura e causar perda no alinhamento. Além disso também pode entortar o veículo ou até mesmo romper um ponto de solda da carroceria. Usar essa “técnica” uma vez ou outra para escapar de um quebra mola alto não vai quebrar seu carro, mas a melhor opção é sempre desacelerar e passar de frente. Esse é um dos vícios ao volante mais fáceis de corrigir.

3 – Dirigir com a mão na alavanca da marcha

Um dos vícios ao volante mais difícil de se corrigir é o de descansar a mão na alavanca da marcha. Se você não tem um carro com câmbio automático, é muito comum desenvolver esse mau hábito de dirigir com uma mão no volante e a outra apoiada na alavanca do câmbio, concorda? Além do risco de não ter controle total do volante, esse vício pode prejudicar a caixa de marchas, pois a pressão da mão sobre a alavanca também pressiona as peças responsáveis pelo engate da marcha e isso encurta a vida útil delas.

Dirigir com só uma mão no volante também é uma infração de trânsito, que pode render multa de R$130,16 e também quatro pontos na Carteira de Habilitação. Então, se lembre: mão na alavanca só se for pra passar a marcha!

4 – Descansar o pé no pedal da embreagem

Outro hábito que pode prejudicar troca de marchas de forma muito mais rápida é descansar o pé no pedal da embreagem. A pressão aplicada na embreagem na hora errada gera o desgaste das peças. Isso pode causar a dificuldade de engatar as marchas e até mesmo impedir o carro de arrancar. Se você sentir o pedal da embreagem “pesando”, pode valer a pena já levar em uma oficina e checar o desgaste do sistema. Melhor prevenir, né?

5 – Estacionar de forma incorreta

Estacionar o carro nem sempre é uma missão fácil, certo? Quem nunca se sentiu inseguro de fazer a primeira baliza na vida? Mas você sabia que um carro mal estacionado pode acabar prejudicando a mecânica dele?

Ao estacionar ou fazer uma baliza, é importante garantir que as rodas não estão encostadas na guia da calçada. Além de causar arranhões na calota, a falta de espaço na hora de movimentar a roda pode causar também o desalinhamento do veículo. O ideal é estacionar mantendo uma distância mínima entre a roda e a guia. Assim você pode girar o volante livremente na hora de sair com o veículo.

Os cuidados ao dirigir vão além dos vícios ao volante

Além dos vícios ao volante que prejudicam a mecânica, saber como evitar situações de risco no trânsito pode reduzir as chances de se envolver em acidentes. Você já deve ter ouvido de algum familiar que dirige que “no trânsito você tem que dirigir por você e pelos outros”. Na prática, isso significa que você tem que tomar todos os cuidados para que os outros motoristas saibam exatamente o que você está fazendo. Assim eles podem agir e tomar decisões no trânsito de acordo com o que você comunica.

Direção Defensiva: o que é e quais são as melhores práticas.

Dirigir defensivamente nada mais é do que adotar práticas e cuidados no trânsito para reduzir os riscos de um acidente causado por falha humana. Aqui vão algumas dicas para você dirigir com tranquilidade e segurança:

1 – Paciência e segurança em primeiro lugar

Dirigir nem sempre é uma atividade que traz plenitude, certo? Nas grandes cidades, principalmente, estar no trânsito pode ser a parte mais estressante do dia de quem precisa se deslocar até o trabalho.

Evite fazer manobras perigosas, como passar no sinal vermelho (ou até mesmo amarelo), fique atento à sinalização das vias e utilize a sinalização do veículo para comunicar suas intenções aos outros motoristas. Se algum motorista perto de você fizer algo de errado, respire fundo e mantenha a calma. Ficar nervoso pode acabar tirando sua atenção de tudo que está acontecendo ao seu redor.

2 – Planeje o trajeto com antecedência

Vai dirigir para algum lugar que você não conhece ou não foi antes? Veja os mapas e o trajeto com antecedência para não ter surpresas e programe também o GPS do celular antes de sair com o carro. Usar o celular enquanto dirige, além de perigoso, é uma infração de trânsito. O ideal então é equipar o carro com um suporte para celular. Evite também procurar endereços ou referências com o carro em movimento, se precisar, procure um local seguro para estacionar e poder se localizar.

3 – Manutenção também é prevenção

É muito importante garantir que o carro está em boas condições antes de sair de casa. Verifique sempre o nível de óleo do motor, de água no radiador, a pressão dos pneus e o nível de combustível. Manter uma rotina de manutenção garante que você não vai ter surpresas quando sair com o carro.

Carros parados na garagem também precisam de cuidados

Sabemos que nem todo mundo está dirigindo nesse período de isolamento social, por isso já falamos no blog sobre os cuidados que você deve ter com o carro durante a quarentena.

Um dos problemas mais comuns de deixar o carro parado por muito tempo é a bateria dele descarregar. A gente viu isso acontecer de perto com o Igor, membro da Pier que recebeu o primeiro atendimento do nosso Seguro Auto em BH!

O Igormóvel ficou parado na garagem e quando ele precisou sair com o carro, viu que a bateria tinha descarregado. Ainda bem que o nosso socorro chegou rapidinho pra ajudar ele!

Ter um seguro pode ajudar quando eu tiver problemas mecânicos?

Se você já tem um seguro, sabe que a resposta pra essa pergunta é sim! Ter um seguro com assistência pode ajudar quando o seu carro tiver algum problema mecânico, já que você pode contar com o socorro ou com guincho quando ocorrer algum imprevisto.

Além dos problemas mecânicos, a assistência de um Seguro Auto pode ajudar com outros problemas, como por exemplo a perda das chaves, uma troca de pneu ou até mesmo a guarda de um veículo em um local seguro quando você não tem onde deixá-lo.

Se você ainda tem dúvidas do que um seguro auto pode oferecer para você, esse artigo fala de como um seguro automotivo pode deixar a sua vida mais leve. Afinal, mesmo seguindo todas as dicas que já falamos acima, imprevistos sempre podem acontecer e ter um seguro com assistência pode garantir leveza e plenitude na relação que você tem com seu carro.

1 comentário em “Vícios ao volante que podem prejudicar o seu carro”

Deixe uma resposta