Bloquear iPhone roubado: veja como fazer o Processo

Você sabe como realizar o processo para bloquear um iPhone roubado?

Vamos lá, você quer saber como bloquear iPhone roubado? Então é bem provável que também tenha pouco tempo para ler introduções longas de artigos. Sendo assim, vamos direto ao assunto.

Hoje vamos explicar como bloquear iPhone roubado (ou perdido). Quer uma dica antes de começarmos? Clica na estrelinha e salva este artigo entre os favoritos do seu navegador. Assim você pode ler ele sempre que precisar.

Ok, vamos lá. Sem mais demora!

Mais sobre iPhone: Quanto vale meu iPhone? Veja aqui uma tabela dos últimos modelos.

Rastrear o iPhone pelo iCloud

Antes de mais nada, aconselhamos que você tente rastrear o seu iPhone pelo iCloud. Pois, pode ser que você tenha apenas perdido o aparelho, e uma pessoa honesta pode ter achado e esteja pronta para devolver.

Isso acontece muito, aliás. Então vejamos o passo a passo para fazer o rastreio, antes de bloquear o iPhone.

Como rastrear o iPhone

  1. Entre em icloud.com/#find para acessar o Buscar iPhone a partir de um computador;
  2. Faça login com o seu e-mail e senha do ID Apple (os mesmos usados para fazer backup no iCloud);
  3. Aguarde a localização do seu dispositivo aparecer na tela. Caso ela não apareça, tente novamente em outro momento; pode ser que o celular esteja desligado ou sem acesso à rede.
  4. Quando o celular ou computador for localizado, aparecerá um mapa com a localização do seu aparelho. 
  5. Use o zoom para localizar com exatidão onde está o seu celular
  6. Clique no botão (i) para acessar mais informações sobre o seu iPhone.

Este primeiro passo é fundamental para bloquear o iPhone roubado ou perdido. Entretanto, vamos imaginar que o aparelho jamais apareça no mapa para você, para isso também existe uma solução. Continue a leitura do artigo que nós vamos explicar como funciona.

Veja também: Seu Touch ID parou? Veja como recuperar essa função!

Bloquear o iPhone roubado ou perdido

Certo, agora você já sabe onde está o seu aparelho. Nesse momento, há algumas coisas que você pode fazer. Vamos precisar pedir que tenha calma, e pense bem em cada uma delas, pois são importantes e algumas até irreversíveis. Vejamos:

  • Faça um boletim de ocorrência e acione o 190 – essa dica serve para quem tem certeza de que sofreu um furto. Jamais vá em busca do seu aparelho por conta própria em uma situação similar;
  • Acione o modo perdido: Ele bloqueia o iPhone e rastreia sua localização, mostrando um histórico de 24 horas por onde o celular passou. Também é possível colocar uma mensagem na tela de bloqueio, se o celular foi perdido, para alguém ver e ajudar a resgatá-lo;
  • Ative o modo Apagar iPhone: Este é irreversível e só pode ser usado caso você tenha certeza de que não terá o aparelho nas mãos outra vez. Se você não tem mais esperanças de recuperar o celular, pode apagar o conteúdo do dispositivo nesta opção. Depois de apagá-lo, ele não poderá ser mais encontrado.

Lembrando que as duas opções citadas acima aparecem ao clicar em (i) no mapa do rastreio. Já a opção de acionar a polícia militar e fazer um boletim de Ocorrência é indispensável, caso você tenha um seguro e vá solicitar o reembolso.

Ainda mais dicas sobre FaceTime em grupo: como utilizar o aplicativo para salas de bate-papo.

Esqueceu de ativar o recurso “Buscar”? Não tem problema

Agora vamos imaginar que você foi bloquear o iPhone roubado e descobriu que não acionou o recurso Buscar. O aparelho não aparece no mapinha e é impossível saber onde ele se encontra.

Ok, temos uma solução para essa situação também.

Você pode bloquear o IMEI do seu aparelho, informando o número para a operadora – se não sabe como fazer isso, nós temos um artigo que explica em detalhes o que é, para que serve e como fazer o bloqueio.

Também há a possibilidade de bloquear o aparelho informando apenas o número para a operadora. Essa opção está disponível em alguns estados.

Você também pode iniciar o processo de bloqueio na delegacia onde foi fazer o boletim de ocorrência.

Saiba mais sobre como resolver o problema do iPhone desligando sozinho.

O que fazer após bloquear o seu iPhone?

Muito bem, celular bloqueado, o que fazer agora? Temos alguns passos que você deve seguir, e assim garantir a sua tranquilidade. Mas antes, convém explicar três situações:

  • Furto simples
  • Furto qualificado
  • Roubo

Seu iPhone não está mais com você, e você precisa entender qual é o termo correto para cada situação.

Assim a comunicação será mais fácil, tanto dentro da delegacia, quanto depois com a seguradora do seu celular – se bem que se você tem seguro Pier, a comunicação é simplificada em todos os momentos.

Bem, vamos lá: furto simples é quando o ladrão não tem contato com você, nem deixou vestígios de arrombamento. Imagine que o seu celular some da mesinha do bar.

Já o furto qualificado deixa para trás vestígios de arrombamento, o ladrão quebrou a janela do seu carro e furtou o iPhone do banco enquanto você não estava presente.

O roubo, por sua vez, é também chamado de assalto, quando você sofre uma ameaça ou uma imposição para entregar o iPhone. Neste caso, existe um contato direto entre você e o ladrão.

E por qual razão nós explicamos esses três termos? Pois muitos seguros não oferecem cobertura para um, ou mais de um, deles. Já o seguro Pier, por outro lado, dá cobertura para os três, sem qualquer acréscimo no valor.

Leia em seguida: iPhone buscando rede ou sem serviço? Saiba o que pode ser feito!

Como pedir o reembolso do iPhone roubado aqui na Pier?

Por fim, se você é membro da Pier e infelizmente viveu a triste experiência de ter seu celular roubado, vamos explicar o que fazer após bloquear o iPhone.

O passo a passo é simples: faça o B.O, faça o bloqueio do IMEI, acesse o nosso site (ou o aplicativo) e solicite o Reembolso. Prontinho, depois do reembolso aprovado é só esperar o valor cair na conta.Além de saber como bloquear iPhone roubado, é importante ter um bom seguro de celular. Então, aproveite e conheça o seguro da Pier, um serviço inteligente, descomplicado, com valor justo e sem burocracias.

Deixe uma resposta