Home office: um guia sincerão para quem está acostumado com o escritório

Com a chegada do COVID-19 ao Brasil, trabalhar de casa virou responsabilidade civil, uma forma de contribuir para o controle da pandemia.

Mas, para quem não está acostumado, o dia a dia do home office pode ser desafiador e até gerar impactos negativos na produtividade. Aqui vão 5 dicas de ouro sobre os aprendizados que tive em quase um ano de trabalho aqui na Pier, que opera há mais de 2 anos com escritório 100% opcional para toda a equipe.

1. Não quebre sua rotina e respeite seus horários

Seu corpo e sua mente já estão acostumados com um dia a dia que provavelmente é bem estável. No caso de home office “emergencial” o mais comum é quebrarmos completamente nossa rotina, que acaba atrapalhando a manutenção de um bom ritmo de trabalho. 

Dormir até tarde pode ser tentador e lembrar de parar pra almoçar antes das três da tarde vai ser mais difícil sem a galera te chamando pra comer no quilo da esquina (isso sem falar em saber a hora de parar e não emburacar trabalhando até tarde da noite).

Por isso, tente levar seu dia normalmente: acordar no mesmo horário, tomar banho e trocar de roupa e respeitar os horários normais de pausa (almoço, cafezinho e principalmente o horário de finalizar o dia). Mudar completamente sua rotina pode ser uma armadilha que te faça trabalhar muito pouco ou, pior ainda, trabalhar sem parar.


2. Esqueça aquela pilha de louça e roupa para lavar

Nada melhor para roubar sua produtividade do que uma pilha de louça ou de roupa para lavar! A gente sabe que tudo que o millennial que mora sozinho quer é uma casa limpinha, e quando essa casa é o nosso local de trabalho os afazeres domésticos podem atrapalhar a concentração. 

Claro que passar 15 minutinhos colocando a roupa na máquina não vai estragar todo o seu dia, mas bloquear esse tipo de preocupação enquanto você está no momento de trabalho é super importante para se manter produtivo. Fica aqui a dica: separe bem o horário de trabalhar e o de não estar trabalhando! Você pode aproveitar o tempo que vai economizar no trânsito para deixar a casa limpinha ou até maratonar aquela série no fim do dia.

3. Prepare um cantinho confortável para ser sua mesa de trabalho

Trabalhar da cama ou do sofá da sala pode ser uma delícia, mas no fim do dia sua coluna vai reclamar… então, prepare um cantinho agradável para ser sua estação de trabalho durante o home office. Aqui vai uma dica importante: mesmo que você tenha uma escrivaninha no quarto, prefira trabalhar na mesa da sala! Por mais que seja super confortável trabalhar do seu quarto, provavelmente a mensagem que isso passa para o seu cérebro é que está na hora de relaxar. Faça o teste, descubra onde você consegue produzir melhor e aproveite a descoberta.

4. Seja extremamente disciplinado durante as reuniões

Reuniões distribuídas (as famosas “videoconferências”) podem ser um desafio no primeiro momento. Na Pier, sempre estamos evoluindo e aprendendo a deixar a experiência mais agradável e produtiva para todos que participam. No último ano refinamos nossa etiqueta de reuniões distribuídas e aqui vai um resumo de bandeja pra você:

  • Se um está distribuído, todos estão: mesmo que tenha mais de uma pessoa no mesmo local evite fazer uma reunião com algumas pessoas distribuídas e outras não. A experiência deve ser a mesma para todos os participantes.
  • Respeite seus coleguinhas: chegue na reunião no horário, use fones de ouvido, mute seu microfone quando não estiver falando e se organize para fazer a reunião em um local silencioso.
  • Use e abuse do vídeo! As expressões falam muito, por isso, ligue sua câmera durante as reuniões distribuídas. 😉
  • No começo da reunião gaste um tempinho construindo conexões pessoais: pergunte como as pessoas estão, tire alguns minutinhos para assuntos triviais.
  • No fim, fique um pouco mais no fim: aqui tentamos reproduzir aquele papinho de corredor que sempre rola depois da reunião. 

5. Combine o esquema com os outros moradores da sua casa

Assim como no escritório, no home office o respeito é fundamental. Se você vai dividir a casa nesse momento com a sua família, filhos ou com amigos, conversem sobre os limites e os sinais de concentração para que vocês continuem produtivos. Explique para seus pais e para as crianças que você está trabalhando como se estivesse no escritório, e avise pra todo mundo quando o dia tiver acabado, como se você tivesse chegando em casa! 

Essas são as principais regrinhas que eu percebi que funcionam pra mim depois de meses trabalhando sem local fixo: de casa, coworkings, cafés, centros culturais ou até mesmo do escritório da Pier. 

Aproveite o momento para se conhecer e experimentar com os novos modos de trabalho, perceba as influências que a rotina e o ambiente tem no sua produtividade e descubra os pequenos prazeres do home office. O seu cafézinho passado na hora, uma pausa com seu pet, menos tempo em transporte e menos interrupções.

Se você é líder ou trabalha no time de pessoas de uma empresa que precisou adotar o home office como medida emergencial, também recomendo fortemente a leitura do REMOTOS para o bem, um guia super completo do pessoal do Officeless (maior referência em trabalho distribuído no Brasil).

Deixe uma resposta