O seguro que é bom demais pra ser verdade, que é de verdade mesmo

Você já teve a impressão de que uma coisa é boa demais pra ser verdade? Pois é, parece que a gente desconfia quando alguma coisa ultrapassa as nossas expectativas positivamente.

Há algum tempo recebemos um comentário inusitado em nossa página no Google Business. A Maiara nos deu apenas uma estrelinha na avaliação e justificou que a nossa reputação no Facebook e no Reclame Aqui era “boa até demais” e “não havia ninguém reclamando”; isso fazia com que ela não tivesse confiança na Pier. 

Por um lado ficamos muito felizes e orgulhosos, especialmente por sermos parte de um mercado tão pouco querido pelas pessoas: aquela história de sermos “bons até demais” era como música para os nossos ouvidos, a concretização dos nossos sonhos. Por outro lado, ficamos intrigados e muito motivados em provar que a Pier é de verdade e que as pessoas podem confiar na gente.

Então, fomos estudar para entender o que existe por trás desse sentimento estranho que podemos sentir quando uma coisa é simplesmente boa demais pra ser verdade.

É claro que Freud explica

Em seu livro “O Mal-estar na Civilização”, o pai da psicanálise nos fala sobre esse sentimento de incredulidade que nos atinge quando nos deparamos com uma boa nova. Pessimismo e nada mais? Para Freud, esse comportamento vem da projeção do outro. O destino, de quem esperamos um tratamento ruim, é a personificação da nossa consciência, dessa entidade chamada Super-eu, que carrega com ele a instância punitiva que criamos na infância.

“Mas, por quê? Porque – esta é a resposta numa série de casos – ele não pode esperar algo tão bom do destino. Ou seja, novamente o too good to be true, a manifestação de um pessimismo do qual muitos de nós parecem abrigar uma boa porção.”

Isso é universal e não respeita cor, credo ou classe social. Mas, no Brasil, uma pesquisa da CNT/MDA divulgada no ano passado mostrou que o brasileiro está desconfiado com as instituições de forma geral. 

Seguros não estão entre os primeiros colocados, mas uma pesquisa da CB Insights diz que apenas 4% dos clientes de seguros estão satisfeitos com o atendimento ou serviço oferecido pelas empresas. Então, quer dizer que embora os seguros existam para ajudar as pessoas, as não gostam de seguros? É isso mesmo!

A gente não só existe como as pessoas gostam da gente!

Vamos aos fatos? Você sabe o que é Net Promoter Score ou simplesmente NPS? É uma metodologia usada para medir o grau de lealdade dos consumidores de uma empresa ou, de forma simplificada, o nível de satisfação desses consumidores. Em uma escala que vai de 0 a 100, o NPS da Pier é de 92%.

Ele é medido exatamente após acontecer um furto ou roubo e, consequentemente, o pedido de reembolso por parte de nossos membros. Ter um NPS de 92% nos deixa em uma zona positiva, mas ainda temos muito trabalho duro para melhorar essa nota. Confira mais alguns pontos importantes sobre a gente:

O que dizem os que mais nos conhecem?

Quando você não conhece muito bem alguém, mas gostaria de se aproximar mais, o que você faz? Provavelmente pede indicações para pessoas que já conhecem este alguém, não é verdade? A gente gosta de compartilhar alguns depoimentos de membros porque assim você pode conhecer o que andam falando sobre a gente da forma mais transparente possível. Dá uma olhada nos mais atuais:

Reclame Aqui e Seguradoras

A gente também não pode deixar de falar em Reclame Aqui. O site costuma reunir boa parte de quem tem problemas com algum produto ou serviço e é uma ferramenta essencial, uma verdadeira referência, para quem quer avaliar a reputação de uma marca antes de fazer negócio com ela. 

Em 2018, o site publicou uma pesquisa específica sobre o atendimento das seguradoras de automóveis. Estamos entrando agora nessa linha, mas você pode ter uma ideia do que acontece através dos números que eles divulgaram. 

Somando as queixas registradas entre 1º de janeiro e 25 de julho de 2018, eram quase 4 mil reclamações no site. A empresa mais bem avaliada apresentava 78,5% de índice de solução e a pior avaliada 41,9%. Dá pra ver que seguradoras e o Reclame Aqui não são lá muito amigos!

A história da Pier no Reclame Aqui é um pouco diferente. Em 2018, nosso primeiro ano, a gente não recebeu nenhuma reclamação. Mesmo assim tivemos mais de 10 mil visualizações no site, o que quer dizer que as pessoas entravam lá para pesquisar sobre a gente e não encontravam nada. Dá pra imaginar que elas poderiam achar que não éramos de verdade mesmo, né? Você pode acompanhar a nossa reputação no site clicando aqui

Para terminar, a gente precisa contar que boa parte dos pedidos que recebemos no RA têm a ver com a negativa da entrada na comunidade; e estes infelizmente a gente não consegue solucionar de imediato, pois realizamos uma análise detalhada para permitir a entrada de cada membro. Essa análise, como explicamos sempre, é fundamental para garantir a segurança e o equilíbrio da comunidade! De qualquer forma, estamos sempre prontos para resolver o que for necessário e tornar a vida de cada um de nossos membros mais leve. 

Por fim, a gente deseja que produtos e serviços que “parecem bons demais pra ser verdade” se tornem tão comuns que as pessoas passem de fato a acreditar neles! Todo consumidor merece honestidade, transparência e encantamento nas relações. Obrigada por acreditar em nosso trabalho. E se você ainda não acredita, pode acreditar. A gente é de verdade! 🙂 


Clique aqui para simular

Deixe uma resposta