Pier Móvel: transformamos uma kombi 2010 num pedacinho da Pier sobre rodas

Acho que todo mundo já pensou em ter um carro um dia. Viajar para onde quiser, dar carona para os amigos do trabalho, buscar a galera em casa para um rolê, voltar com as compras do supermercado… Para mim, essa ideia durou pouco e foi logo deixada de lado quando me apaixonei pela bicicleta morando em uma cidade como São Paulo, onde o trânsito não é lá tão convidativo. 

Pode ser uma história comum de uma jovem millennial que mora em São Paulo, mas nada é comum quando você trabalha na Pier. Hoje vou contar pra vocês como foi que, aos 27 anos, eu comprei um carro!

Uma mensagem no Whatsapp e a ideia para uma “Ativação louca”

Eu tinha acabado de entrar para a Pier e o Lucão, nosso co-fundador e CMO, me mandou uma mensagem no Whatsapp. Era o vídeo de uma kombi verde, de óculos, e uma mensagem sobre “irmos para frente de baladas”. Eu curti a ideia, mas para ser sincera não levei muito a sério no primeiro momento. Eu não tinha nem completado um mês de empresa e um fundador estava sugerindo que eu fosse atrás de uma kombi? Era isso mesmo? Era!

Em 15 minutos o Lucão já estava buscando “kombi” na OLX e me mandando prints de alguns anúncios com carros de qualidade um tanto quanto duvidosa! Mas a essa altura do campeonato já não tinha volta: uma ideia tinha nascido e com certeza eu e ele já estávamos imaginando essa kombi rosa que iria viajar o Brasil inteiro encontrando nossos membros pelo caminho. Ela já tinha até nome: “Pier Móvel”. O que a gente não sabia é que essa ideia tinha tudo a ver com um novo capítulo que estava prestes a começar na história da Pier: o lançamento do nosso Seguro Auto. 

O frio na barriga de comprar um carro pela primeira vez

Como vocês podem imaginar, é claro que não compramos a kombi de 3 mil reais que o Lucão achou na OLX. Comprar um carro é assunto sério e como uma compradora de primeira viagem e sem nenhuma experiência automobilística ainda tinha muita pesquisa pela frente.

Pudemos contar com a indicação da Smart MEI, que tinha feito a kombi verde de óculos, e eles passaram pra gente o contato do Rafa, da RM Kombis. Foram vários papos antes de comprarmos a Kombi que virou o Pier Móvel e deu para aprender bastante sobre a compra de carros usados. Aqui separei algumas dicas caso você seja como eu, um comprador de carros usados de primeira viagem:

Pense bem e anote qual o seu objetivo com a compra do carro.

No nosso caso, queríamos que o Pier Móvel nos aproximasse da comunidade. E como nossos membros estão em todo o Brasil, era importante que a Kombi conseguisse pegar a estrada com conforto e segurança. Por isso, decidimos que ela deveria ser um pouco mais nova e escolhemos um modelo de 2010, mesmo que saísse um pouco mais caro.

Conte com os conselhos de um especialista: fale com quem entende!

Tivemos a sorte de contar com um parceiro incrível. O Rafa já tinha trabalhado em mais de 40 Kombis e nos ajudou a entender quais variáveis eram mais importantes de acordo com o nosso objetivo. Entendemos que precisávamos encontrar um carro em bom estado, com poucos quilômetros rodados (no nosso caso, 100 mil, que é pouco para uma Kombi) e que precisasse de pouca revisão, já que a ideia era focar na personalização para deixar tudo com a cara da Pier.

Analise bem o estado do veículo antes de fechar a compra

Aqui o que vale é aquele conselho de mãe: “Melhor prevenir do que remediar!” Confira todos os detalhes antes de fechar a compra: quilometragem rodada, estado da lataria e das peças do carro, situação dos documentos, etc. Essa etapa vai te ajudar a não ter dores de cabeça depois da compra.

Consulte o preço do Seguro

Diante de um investimento tão grande quanto um carro, é importante saber qual será o custo de proteção desse bem. Na Pier dá pra saber quanto vai custar seu seguro em apenas 3 passos:

1. Informar a placa ou os dados do veículo (marca, ano e modelo)
2. Informar seu CEP
3. Informar seu CPF

O seguro do Pier Móvel saiu por R$ 64,57 por mês! Nada mal, né?!

O desafio de transformar uma Kombi 2010 no Pier Móvel

Com o carro na garagem da RM Kombis, agora vinha a maior parte do trabalho: transformar uma Kombi branca 2010 em um pedacinho da Pier sobre quatro rodas. E vamos combinar, né? A maior parte era também a mais divertida! Hora de arregaçar as mangas (literalmente) e se preparar para 3 meses de visitas à oficina.

A Kika, nossa criativa distribuída, estava com a gente desde o começo dessa ideia maluca, mas foi nessa etapa que ela realmente deu o coração! Lá de Viçosa, interior de Minas Gerais, a Kika participou da idealização e acompanhou com a gente todo o processo de personalização do Pier Móvel. Foram vários calls de busca de referências no Pinterest e chamadas de vídeo pelo Whatsapp durante as visitas à oficina e mesmo a 645km de distância conseguimos fazer com que ela participasse do projeto como se tivesse colocando cada parafuso nos móveis do interior. 

O processo criativo partiu do DNA da Pier: fazer o melhor para as pessoas. O Pier Móvel precisava ser descomplicado (estético e funcional), servir de base para fortalecermos relações honestas e principalmente ser muito encantador. 


O encantamento foi o fio condutor de toda a personalização do nosso cantinho: teve carinho do começo ao fim, resolvia nossa necessidade de ficarmos mais próximos da comunidade e buscava a essência da Pier em todos os detalhes.

Falando em essência, o detalhe mais especial do Pier Móvel talvez seja o piso em grama sintética. Pode parecer só um toque estético para quem vê, mas ela é uma referência aos nossos escritórios, que sempre tiveram um cantinho com grama para nos lembrar de buscar a leveza e a plenitude mesmo quando estamos em dias cheios de trabalho.

Um novo capítulo da história da Pier: agora sobre quatro rodas

A saída do Pier Móvel da garagem foi emocionante e marcou pra gente um novo momento na empresa. Enquanto o carro que iria receber a nossa comunidade para dar um rolê estava ficando pronto na oficina, em todos os cantos do Brasil nossa equipe estava trabalhando para colocar no ar o nosso Seguro Auto.

No dia 03 de Fevereiro, o Pier Móvel pegou a estrada para BH, a cidade onde vamos lançar o Seguro Auto. No meio do caminho, fizemos uma pausa deliciosa em Viçosa para buscar a Kika, que fez tanto para tirar o projeto do papel (e da garagem) e já não aguentava mais contar os dias até dirigir nossa Kombosa cor de rosa. Chegamos em BH e encontramos com a Valesca e com o Caio para dar uma voltinha no nosso novo xodó, já que desde de o começo a ideia era compartilhar essa experiência com nossos membros. 

Hoje, 10 de fevereiro, enquanto eu escrevia esse texto, o primeiro Seguro Auto da Pier foi emitido e ele não poderia ser de outro carro que não fosse o Pier Móvel 🙂 

  • Por Marina Moreira

Deixe uma resposta