Jovem sorrindo e tirando uma selfie em um ponto turístico

Para quem é indicado o seguro celular?

Em um país onde o uso de aparelhos celulares tem sido cada vez mais comum, ter mais proteção é fundamental, e o seguro é uma das principais opções para quem deseja fazer isso.

Tudo isso acontece já que esse serviço é a melhor forma de evitar prejuízos se algo acontecer, como por exemplo uma situação de furto ou roubo. Mas para saber tudo sobre o seguro para celular, para quem ele é indicado e qual é a importância dele no dia a dia, continue lendo esse texto da Pier onde vamos explorar esse assunto!

 

O que é o seguro celular e como funciona esse serviço?

Feito para proteger o smartphone e, ao mesmo tempo, oferecer defesa para o proprietário, o seguro celular é um serviço que veio para ficar devido à facilidade que ele oferece. Basicamente, ele é assim: você contrata um plano, paga mensalmente o valor acordado e possui uma empresa ao seu lado, sempre pronta para ajudar caso sofra algum problema.

Mas o que é sinistro nessa modalidade? Isso varia de empresa para empresa, mas basicamente são situações como roubo, furto qualificado ou furto simples (dependendo da seguradora) e, em alguns casos, quedas e danos no celular. Assim, dependendo da cobertura que você tiver, é possível ter o respaldo da empresa com o reembolso ou até mesmo com o conserto na faixa, sem ter que pagar a mais para isso.

 

Quem pode ter um seguro celular?

Se você quer oferecer mais proteção para o seu dispositivo, e se livrar de dores de cabeça e prejuízos financeiros, é possível ter um seguro de celular. Afinal, não é necessário nenhum tipo de comprovante e nem nada assim; se você tiver como pagar a cada mês e puder manter todos os acordos do contrato, você é apto para ter esse serviço.

O único ponto que resta, então, é cotar o seguro, analisar as opções e entender o que é melhor para você para, então, fechar o contrato e ter mais proteção em tudo o que fizer.

 

Quais são as coberturas mais comuns?

Em um plano de proteção para celular, as coberturas mais comuns são os danos acidentais (cobrindo o reparo de danos físicos), roubo e furto. Para o furto, existem seguradoras que oferecem proteção contra o qualificado (quando existem indícios do crime) ou o simples (quando não tem nenhum vestígio de que aconteceu um delito).

Mas é importante saber que nem todas as empresas oferecem isso, já que é difícil de entender quando realmente aconteceu uma transgressão e o aparelho foi subtraído, ou então se a pessoa apenas perdeu o dispositivo e, por isso, quer ganhar o dinheiro de volta.

Então se você achar a proteção contra furto simples fundamental para os seus dias a fim de não ter que se preocupar com nada, o mais recomendado é conferir bem e simular com diferentes opções até encontrar uma que vá de encontro com tudo o que você precisa.

 

É possível pedir reembolso neste seguro?

Como citamos anteriormente, é possível receber uma indenização no seguro celular, mas o principal ponto que deve ser entendido é que ele não será no montante usado para comprar o aparelho. Mas como fica então? Assim como ocorre no seguro auto, usando como exemplo para ficar mais fácil de entender, existe uma tabela que define o valor de cada dispositivo seminovo.

O problema, porém, é que ele não é igual para todas as empresas do ramo, então não é possível dizer que será sempre igual entre todas as seguradoras. De toda maneira, você não ficará sem dinheiro caso tenha o seu bem furtado, por exemplo, ou tendo que arcar com a compra de um novo eletrônico pagando tudo do seu bolso, o que já é um grande benefício.

 

Como sinalizar o sinistro?

Para reportar um sinistro, tudo começa dependendo da modalidade que você usa. Para o seguro online, a primeira coisa que você precisa é ter o aplicativo de celular da sua seguradora instalado no aparelho, isso antes mesmo do ocorrido.

Feito isso, os próximos passos são fazer um BO online (ou normal, se preferir) e bloquear o dispositivo na Anatel usando o código IMEI. Esse último passo é feito ligando para a operadora do seu serviço, pedindo o bloqueio e concedendo o número único.

Assim que tudo isso estiver feito, basta entrar em contato com a sua seguradora, falando que sofreu um sinistro e enviando todos os documentos necessários.

Ao fazer isso, você deve enviar os dados bancários da conta que você deseja receber o dinheiro e, em apenas alguns dias, você deve receber a indenização de volta.

Mas se você for usuário de um plano convencional, é necessário ligar para a empresa e, assim que conseguir falar com um atendente, dizer o que aconteceu e perguntar os próximos passos para poder ter o reembolso. Vale lembrar também que isso pode ser conferido na apólice de seguro, mas por meio de uma ligação telefônica é possível resolver.

 

Por que essa modalidade de seguro é tão importante?

Quando analisamos que o celular é um bem importante dia, já que dá até mesmo para trabalhar com ele e que normalmente é comprado com um certo investimento, ter um seguro de celular é importante para não ter maiores dores de cabeça.

Afinal, se algo acontecer (como um roubo, por exemplo), você não precisa resolver tudo sozinho e nem precisa se preocupar em ter maiores custos e prejuízos financeiros ao ter uma boa empresa ao seu lado. E dependendo das coberturas disponíveis no seu plano, você possui cobertura contra todas as possíveis adversidades do dia a dia, sempre evitando preocupações e problemas.

Mas agora que você já conhece tudo sobre o seguro celular, como ele funciona e qual é a importância dele no dia a dia, que tal conferir o blog da Pier para saber como ter os melhores cuidados com o seu dispositivo? Venha conosco e proteja ao máximo o seu celular!

Publicado por

Time Pier

Conteúdos criados pelo nosso time de especialistas para facilitar o seu dia a dia e descomplicar o universo de seguros! ✨

Deixe uma resposta Cancelar resposta