Blog da Pier » Bloquear iPhone roubado: veja como fazer o Processo

Bloquear iPhone roubado: veja como fazer o Processo

por Time Pier
Criado em

6 min de leitura

Proteção
5
(5)

Na mesma proporção em que ter um dispositivo móvel é muito importante hoje, os aparelhos celulares são um dos maiores alvos de furtos. E devido principalmente ao alto preço, os iPhones são muito procurados, no sentido de roubo.

Por isso, ter toda a segurança é essencial e, se algo acontecer, saber como rastrear um iPhone, como buscar iPhone e como bloquear iPhone roubado é essencial.

E se você quer conhecer esses pontos e entender a forma que os seguros de celular podem ajudar a evitar maiores dores de cabeça, confira esse texto feito pela Pier e tenha máxima proteção em todos os seus dias!

O que saber antes de bloquear o seu iPhone

Antes de bloquear o iPhone roubado, existem algumas coisas que você precisa saber para não ter problemas. Isso se dá à medida em que, algumas coisas que você fizer podem ser irreversíveis, então vá com calma.

Mas o primeiro ponto a se fazer, antes do bloqueio, é manter a calma e ligar para a Polícia Militar, pelo 190, se você tiver sofrido um furto ou um roubo. Somado a isso, faça um boletim de ocorrência e evite – a todo custo – ir sozinho tentar buscar ou procurar o aparelho, ou algo assim.

Feito isso, não esqueça de usar o modo perdido, disponível no menu “Buscar meu iPhone” no site icloud.com. Ele é um modo que permite que outras pessoas não acessem suas informações pessoais fazendo o bloqueio do celular e rastreio da localização, mostrando por onde ele passou nas últimas 24 horas. Caso queira, é possível colocar uma mensagem na tela de bloqueio. Se o celular foi apenas perdido, uma pessoa pode ver e levar para você.

E se mesmo assim você não encontrar o seu telefone, a melhor coisa a se fazer é ativar o modo “Apagar iPhone”, mas tenha cuidado porque essa é uma ação irreversível. Se você não tiver mais esperanças de que o dispositivo será encontrado, essa é a maneira de apagar todo o conteúdo, dados e informações ali presentes. Após fazer isso, fica mais difícil de ele ser localizado, já que você não poderá rastrear o iPhone roubado e nem nada assim.

Como bloquear pelo IMEI um iPhone roubado?

Se você esqueceu de ativar o recurso “Buscar”, não tem problema. Existe uma outra forma de evitar maiores dores de cabeça.

Vamos imaginar que você foi bloquear o iPhone roubado e descobriu que não usou o recurso de busca. Consequentemente, o aparelho não aparece no mapa e é impossível saber onde ele está. Em casos como esse, existe uma solução: você pode bloquear o iPhone roubado pelo IMEI do seu aparelho, informando o número para a operadora.

Aqui, basta ligar para o 1052 para falar com a Claro, 1057 para Oi, *144 ou 1056 para a central da Tim, e *8486 ou 1058 para os clientes Vivo e ficar livre de preocupações, já que o dispositivo se torna inutilizável com o seu chip ou qualquer outro.

Há a possibilidade de bloquear o aparelho informando somente o número para a operadora, mas essa é uma opção disponível apenas em alguns estados. Você também pode iniciar o processo de bloqueio na delegacia onde foi feito o boletim de ocorrência.

Como bloquear pelo iCloud um iPhone roubado?

Antes de mais nada, aconselhamos tentar rastrear o seu iPhone pelo iCloud primeiro, pois é possível que você apenas tenha perdido o seu aparelho e uma pessoa honesta pode ter achado e estar pronto para te devolver.

E já que isso acontece frequentemente, vamos a um passo a passo para fazer o rastreio, antes mesmo de bloquear:

  1. Entre no site https://www.icloud.com/find para acessar o modo “Buscar iPhone” a partir de um computador ou outro dispositivo;
  2. Faça login com o seu e-mail e senha do ID Apple (os mesmos usados ​​para fazer backup no iCloud);
  3. Aguarde aparecer na tela a localização do dispositivo. Caso não apareça, tente novamente em outro momento, é possível que o celular esteja sem acesso à rede;
  4. Quando o celular ou computador for encontrado, veja o mapa para saber a localização do seu aparelho;
  5. Use o zoom para conferir a localização exata de onde está o seu celular;
  6. Clique no botão (i) para acessar mais informações sobre o seu iPhone.

E quando falamos sobre bloquear iPhone pelo iCloud, devemos lembrar que isso é feito por meio da sua conta. Então, a ideia é seguir esses passos que passamos acima e, se não encontrar o dispositivo, realizar o bloqueio para evitar maiores problemas.

Ao clicar no (i) para ver mais informações, é possível escolher entre “Reproduzir som”, “Modo perdido” ou “Apagar iPhone”. O primeiro faz com que o celular toque, perfeito para casos onde você apenas tenha perdido o aparelho, mas não recomendado para roubo ou furto.

Já o segundo bloqueia o iPhone e rastreia a localização, como citamos anteriormente, e o terceiro faz um reset de fábrica, apagando todos os dados, e é assim que é feito o bloqueio no iCloud, também conhecido como “Bloqueio de Ativação”.

Mas se você fizer isso e tiver o seu aparelho recuperado, basta entrar com o login e senha do ID Apple para recuperar os dados.

Existem sites para bloquear iPhone roubado?

Se você sofreu um problema e teve o seu iPhone roubado ou furtado, o único site para bloquear o celular roubado é o oficial da Apple, que é o iCloud. Isso acontece já que ele é a central para tudo o que você precisa quando se trata de um celular da Apple.

Então até mesmo para ter maior cuidado e proteção com os seus dados, não vá para outros lugares! Bloquear iPhone roubado pelo iCloud é o único meio de evitar maiores problemas, sem contar que você terá todo o suporte e assistência da própria Apple se algo acontecer.

Vale lembrar que você pode acessar por um computador ou até mesmo outro dispositivo (independentemente de qual for, já que ele não precisa ser da Apple também). Tudo o que você deve fazer é entrar na sua conta do iCloud e seguir os passos que descrevemos no tópico acima.

Como rastrear iPhone roubado?

Existem ferramentas e sites que você pode usar para rastrear o seu iPhone caso ele tenha sido roubado. Mas se você quer evitar possíveis problemas, a melhor indicação é usar o site do iCloud na aba “Find”. Para isso, basta iniciar a sessão na sua conta, usar a opção “Buscar” e procurar no mapa.

Uma dica valiosa aqui é marcar o aparelho como “Perdido”, dentro do mesmo site. Isso faz com que ele seja bloqueado remotamente com um código de acesso único que só você sabe, o que torna as suas informações mais seguras. Além disso, se o seu celular tem a opção de Apple Pay ativa, ela se torna desativada, o que evita maiores dores de cabeça.

E caso queira, você pode implementar uma mensagem personalizada com meios de contato no dispositivo para, caso tenha sido apenas perdido, uma pessoa honesta falar com você e fazer a devolução do aparelho.

Existe seguro contra roubo para iPhone?

A melhor forma de evitar problemas, sejam eles quais forem, é ter um seguro de celular para roubo e furto. Ele nada mais é do que uma forma de você evitar prejuízos financeiros, já que você somente precisa acionar a seguradora e ela toma todas as providências para que você tenha o seu dinheiro de volta.

A diferença, porém, é que você não vai receber todo o valor que usou para comprar o aparelho. Ou seja, você vai receber um montante pré-estabelecido por meio de uma tabela, mas é algo justo de acordo com o modelo do seu celular.

E o melhor de tudo é que existem opções de seguro para iPhone contra roubo, fazendo com que você tenha total proteção e tranquilidade em todos os momentos, já que receberá pelo menos 60% do preço total que o seu celular vale.

Quanto tempo o seguro demora para pagar o reembolso pelo celular?

A dúvida que fica, então, é: quanto tempo o seguro demora para pagar o roubo de celular? Em outras palavras, a pergunta seria sobre qual é o período mínimo para receber a indenização pelo ocorrido.

E apesar de muitas pessoas acreditarem que demora muito para receber o dinheiro de volta, normalmente nos seguros para iPhone é possível receber o reembolso em questão de horas, ou em até 5 dias úteis, no máximo.

Tudo o que você precisa fazer para isso é abrir o boletim de ocorrência – informando o que aconteceu e o código IMEI -, sinalizar o sinistro com a sua seguradora e enviar todos os documentos necessários, bem como os dados da conta bancária que você quer receber o dinheiro.

Após feita a análise pela empresa, se tudo estiver certo, você vai receber o valor acordado inicialmente e fica sem qualquer prejuízo (principalmente financeiro) caso tenha o seu celular roubado ou furtado. Existem casos, porém, onde é necessário fazer um reenvio das informações e, após uma nova análise, o reembolso pode demorar até 30 dias para entrar na sua conta, de acordo com normas da SUSEP. E se você gostou das dicas de hoje e quer saber mais para proteger o seu iPhone corretamente, seja com um bom seguro ao seu lado ou por meio de dicas fáceis de aplicar no dia a dia, confira o blog da Pier e tenha total conhecimento sobre o assunto!

 

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

4 dicas para saber se uma promoção é de verdade Vale a pena ter celular reserva? 5 apps para deixar sua Casa Inteligente O que é Perda Total? Conheça o iPhone 14
%d blogueiros gostam disto: