Início » Quanto o meu celular desvaloriza por ano?

Quanto o meu celular desvaloriza por ano?

A cada ano que passa, todos os bens começam a perder o seu valor, um processo natural e que ocorre devido a vários fatores. Mas com os celulares, um bem que normalmente é vendido após um tempo de uso, isso pode ser um fator crucial para um bom negócio. Continue lendo para saber tudo sobre o tema.

por Time Pier
Criado em

4 min de leitura

Smartphone
5
(2)

O mercado de venda e compra de celulares é muito movimentado, principalmente quando sai um modelo novo de uma marca badalada no mercado. Mas para fazer uma venda tranquila, onde ambos os lados estarão seguros de estar fazendo um bom negócio, saber quanto um celular desvaloriza é algo que faz toda a diferença.

Afinal, assim quem vende sabe qual o valor correto a cobrar pelo dispositivo e quem compra pode conferir se está dentro da faixa aceitável ou se o valor está muito acima.

E se você quer entender a desvalorização para celulares, confira todos os pontos importantes nesse processo. Boa leitura!

 

O que é a desvalorização de um celular?

Quando falamos sobre desvalorização do aparelho celular, devemos lembrar que essa é uma situação que começa nos aparelhos novos e que isso pode ocorrer devido a alguns fatores. No entanto, esse é o termo usado para a perda de valor que todo celular sofre a partir do momento em que ele sai da loja e você abre a caixa. Mas não se preocupe, esse é um processo natural.

E quando e por que ela ocorre? Para a questão do tempo, isso se dá gradativamente e aumenta a cada mês e ano, devido ao tempo de uso do aparelho. Já sobre os motivos, eles podem ser os mais variados, mas se dá principalmente devido ao lançamento de um novo aparelho da linha ou se você tiver o seu celular danificado na parte interna ou externa; não podemos esquecer, porém, que o uso já é suficiente para que isso aconteça.

Agora, se você tiver um seguro celular ao seu lado que o proteja contra esse tipo de situação, falando especificamente a respeito dos danos, basta acionar a seguradora se sofrer um sinistro – principalmente uma queda – e enviar o aparelho para a assistência técnica.

E é claro que o conserto no aparelho deve ser sinalizado na hora de vendê-lo, já que vai ter um impacto no preço do produto por não estar mais com as peças originais de fábrica.

 

Qual o impacto de o celular ser desvalorizado?

O principal ponto que devemos analisar quando falamos sobre um celular ser desvalorizado é a questão do preço de mercado. Logo, o movimento de vender e comprar smartphone fica mais fácil já que, quanto mais desvalorizado ele fica, mais barato ele estará no mercado.

E essa é a única coisa que impacta, já que você encontrará o celular com preço baixo no mercado. Mas isso não quer dizer que ele estará em um estado ruim de conservação ou até mesmo com danos nas peças ou na carcaça.

 

Quanto o meu celular desvaloriza por ano?

Para saber quanto o seu aparelho desvaloriza a cada ano, a primeira coisa que você precisa saber é a marca do seu dispositivo e o respectivo modelo que você possui. De acordo com uma pesquisa feita no Reino Unido pela musicMagpie, uma empresa varejista, as cinco marcas mais dominantes do mercado europeu tem a seguinte desvalorização em 12 e 24 meses, respectivamente:

  1. Apple: 41% e 60%;
  2. Samsung: 64% e 77%;
  3. Google: 65% e 83%;
  4. OnePlus: 69% e 78%;
  5. Huawei: 75% e 87%.

 

Agora olhando para os aparelhos em específico, e não somente para as marcas, a linha do iPhone 12 ganha um grande destaque já que desvalorizam muito pouco em um ano, de acordo com uma pesquisa feita pela SellCell, que registrou os seguintes dados:

  1. iPhone 12 Pro Max: 31,7% de desvalorização em um ano;
  2. iPhone 12 Pro: 33,8%
  3. iPhone 12: 34,3%;
  4. iPhone 12 Mini: 43,8%;
  5. Pixel 5 (celular do Google): 49,8%.

 

Por outro lado, quando analisamos os que mais caíram de valor, a Motorola e a LG disputam as posições com os seguintes modelos:

  1. Motorola One Hyper: 85,7% de depreciação do preço em um ano;
  2. Motorola Razr: 85,3%;
  3. LG Velvet 5G: 84,1%;
  4. Motorola One 5G: 83,8%;
  5. LG V60 ThinQ: 82,8%.

A pesquisa foi feita no ano de 2021 e traz um ranking bem atualizado e completo para quem deseja saber se o celular vai sofrer uma grande queda no preço ou não.

 

Android x iOS: qual desvaloriza mais?

Para fechar o conteúdo de hoje, vamos fazer uma análise entre os celulares iOS e os celulares Android, uma dúvida extremamente importante para quem deseja comprar um bom aparelho para ficar um bom tempo usando.

Conforme uma pesquisa de 2020, feita pelo site BankMyCell, que monitora todos os preços utilizados nas trocas de celulares, um aparelho da Apple desvaloriza cerca de duas vezes menos que um Android em um ano.

Isso se dá já que, durante o ano do levantamento, os aparelhos com iOS sofreram apenas 16,7% de queda nos preços, enquanto os celulares de mais alto escalão que usam o sistema operacional do Google sofreram mais que o dobro, fechando em 33,6%. A cargo de comparação, o Galaxy S20 teve uma queda de 34,7% nos preços enquanto o iPhone 11, que era o principal concorrente no lançamento de ambos, caiu em apenas 12,8%.

Vemos então que, apesar de a disputa entre todas as marcas ser equivalente em certo ponto, a Apple ainda se destaca muito quando falamos sobre a depreciação que ocorre de um uso normal, desconsiderando problemas como quedas e danos no aparelho.

Agora, se você quer entender melhor o que é o seguro de celular e como esse serviço pode te ajudar na sua segurança diária, não deixe de conferir o nosso blog e melhore o cuidado com o seu aparelho para não perder dinheiro caso queira vender futuramente!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: