Seu Touch ID parou? Veja como recuperar essa função!

Seu Touch ID parou? Veja como recuperar essa função!

Se você tem um iPhone, ou na verdade qualquer aparelho Apple, certamente usa regularmente o Touch ID. Afinal de contas, ele é a melhor proteção para o seu aparelho, muito mais eficaz do que aqueles códigos confusos ou desenhos na tela.

Mas, vamos imaginar que o seu Touch ID pare de funcionar. E então, você saberia o que fazer? Além disso e se ele fosse a sua única forma de desbloquear o aparelho?

No artigo de hoje nós vamos explicar como funciona essa ferramenta e os motivos pelos quais você deveria usá-la regularmente. Tem mais, também vamos passar todas os segredos sobre e o que fazer caso o Touch ID dê pane.

Muito bem, vamos começar!

Depois não deixe de ler mais a respeito de código “legado” em startup.

Como funciona o Touch ID do seu aparelho Apple?

O Touch ID é um sensor biométrico, portanto, ele faz a leitura dos padrões presentes na sua impressão digital cadastrada.

Utilizado sobretudo como modo de acesso, ele oferece uma maneira mais prática de desbloquear a tela do seu aparelho. Também pode ser utilizado para acessar aplicativos que precisem de código de acesso.

A principal função do Touch ID é substituir os códigos – no lugar de digitar as senhas, tudo o que você precisa fazer é colocar o dedo sobre o sensor e pronto. Em aparelhos Android um sensor similar substituí os infames desenhos na tela.

Se esse tópico pode lhe ensinar qualquer coisa é: o Touch ID muda a sua relação com o seu aparelho. Ele torna o acesso muito mais confiável e é sem dúvida a melhor resposta para quem deseja aumentar a segurança e a privacidade do dispositivo Apple.

Ou seja: seu Touch ID é o seu melhor amigo na procura por segurança e privacidade. Anote isso.

Quando o Touch ID realmente fez a diferença nos aparelhos da Apple?

A tecnologia do Touch ID foi desenvolvida a partir do modelo 5s. Ela conta com a impressão digital como fator principal de segurança. E só se tornou possível por causa dos softwares e hardwares avançados.

Como você deve saber: toda a impressão digital é única em cada ser humano. Isso quer dizer que, mesmo que você tenha um irmão gêmeo idêntico, suas digitais serão diferentes.

Então, a cada ano a Apple desenvolve melhores sensores e utiliza eles em seus aparelhos. Ou seja, desde o modelo 5S você pode ter certeza de que o seu iPhone conta com o que há de melhor em reconhecimento biométrico.

Uma tecnologia que pode ser comparável com a utilizada em portas de caixas-fortes e acessos restritos em grandes corporações. Em outras palavras: o sensor presente no seu iPhone é tão bom quanto o sensor presente na porta de um banco multimilionário.

E se você não usa iPhone, saiba mais sobre os celulares da Motorola.

Entenda as especificações do Touch ID e saiba o que fazer se ele der defeito

Sabemos que textos técnicos são chatos e difíceis de ler, portanto, vamos explicar sobre como o botão funciona de um jeito simplificado. Entender isso é importante para fazer você economizar dinheiro.

Dúvida? Pois bem, imagine que o seu Touch ID apresente alguma falha. Você pode acreditar que não é nada, mas a verdade é que ter uma base sólida de conhecimentos será importante para garantir que você saiba onde levar e em quem confiar.

Então, vamos ver as especificações do Touch ID

O Touch ID é integrado ao botão Home e possui uma resolução de 500 ppi. Cada ppi é a quantidade de pixels por polegada (em inglês, Pixels per Inch) de resolução.

Sendo assim, quanto maior esse número, melhor será a resolução. É por essa razão que o Touch ID permite o escaneamento de detalhes finos da impressão digital.

O sensor também é capaz de ler as impressões digitais em um ângulo de até 360º. Assim, faz com que seja possível o reconhecimento da sua identidade se que você precise se preocupar em colocar o dedo em uma posição específica.

Na hora de configurar o Touch ID você vai ver que o aparelho vai pedir para que você coloque seu dedo em diversas posições. Isso é importante para ele fazer um mapa da sua impressão digital e depois tornar mais fácil o acesso.

Quanto mais informações o aplicativo tiver sobre as suas impressões, melhor serão os resultados no futuro e maior será a segurança.

Por que é importante configurar o Touch ID?

Uma das maiores vantagens do sistema biométrico é a agilidade, e a segunda maior é, sem dúvida, a segurança. O sensor é super-rápido e você consegue desbloquear o aparelho em apenas alguns segundos.

Depois que você configurar o Touch ID, ainda pode usar a ferramenta para habilitar a biometria e com ela fazer pagamentos no iTunes, na Apple Store ou acessar aplicativos.

Quer conhecer mais a nossa marca? Veja tudo sobre o rebranding da Pier.

O Touch ID é realmente seguro?

Pode acreditar: a segurança é garantida. Os dados da biometria ficam em um espaço de segurança no chip Apple A7.

Essa tecnologia, que a Apple chama de criptografia, é protegida por uma chave disponível no Secure Enclave, armazenada em separado do resto do iOS.

Isso significa que os dados são criptografados com forte sistema de segurança, e não há o risco de ninguém “roubar” suas informações.

Caso seu iPhone seja roubado ou furtado, o Touch ID se torna uma segurança fundamental. Pois ninguém será capaz de desbloquear e acessar o seu dispositivo Apple.

Por fim, existe uma lenda sombria que diz: “as pessoas podem querer cortar o seu dedo para ter acesso ao telefone.” Isso não passa de uma mentira (muito alimentada por filmes de terror).

O sensor foi feito para reconhecer sinais vitais, então jamais seria possível a leitura nestas circunstâncias.

E quando o sensor Touch ID apresentar problemas, como resolver?

Vamos mostrar agora instruções que foram pesquisadas diretamente com a Apple. Assim você pode ter certeza de que todas as dicas fazem sentido e estão de acordo com as instruções do fabricante.

Dificuldade para ler a biometria

Alguns fatores podem atrapalhar a leitura da impressão digital. Eles vão desde o acúmulo de sujeira no leitor até machucados no dedo.

Sujeira no botão do Touch ID

Aquela poeirinha que a gente vê nos móveis também pode estar no seu aparelho. Com o botão sujo, é possível que a leitura da sua biometria seja prejudicada.

Nesse caso, limpe o sensor com um pano seco, de preferência de microfibra para não riscar o material. Não se esqueça de limpar também o anel em volta do botão.

Se, mesmo depois de fazer a limpeza, o botão não conseguir ler o Touch ID, é possível que o defeito esteja na placa do botão Home, o que explicaremos mais adiante.

Leia também: Vícios ao volante que podem prejudicar o seu carro.

Dedos com resíduos ou machucados

A pele elimina gordura naturalmente. Esse óleo, misturado com resíduos do dia a dia, pode acumular sujeira no dedo do usuário.

O Touch ID pode não funcionar corretamente se o dedo estiver melado, suado ou com resíduos, principalmente líquidos.

Os machucados podem interferir na leitura da impressão digital, mas, como existe a possibilidade de o leitor aceitar outros dedos, tente usar um dedo diferente do que está machucado.

O ideal é que, na primeira configuração, você habilite mais de um dedo. Para isso, vá em Ajustes > Touch ID e Código. Depois de registrar, volte aos Ajustes para conferir se a biometria está sendo reconhecida.

Defeito no botão Home

Não é comum que o iPhone ou iPad apresentem defeitos no botão vindos de fábrica. Porém, o mau uso, com líquidos e objetos cortantes, pode danificar algumas peças.

Pode ser que alguma peça tenha se desconectado do leitor de digital. Se for esse o problema, procure profissionais de confiança para fazer essa troca.

É muito importante deixar o seu aparelho em uma assistência técnica habilitada para evitar maiores danos. Botões não originais ou botões colocados de forma errada podem invalidar definitivamente seu Touch ID.

Um profissional não treinado pode cometer alguns erros, como, por exemplo, cortar o cabo flex do botão home. Isso inválida permanentemente suas funções e, nesse caso, seria necessária uma troca de tela na Apple para solucionar o problema.

5 tentativas incorretas ou mais de 48 horas sem desbloqueio

Se não for possível a identificação da digital depois de 5 tentativas, sua ID pode ser desativada. Você precisará, então, usar seu código de acesso.

O mesmo acontece se você ficar mais de 48 horas sem desbloquear o aparelho. Será preciso usar uma senha alternativapara ter acesso ao iPhone ou iPad.

Para melhorar a segurança nesses casos, configure uma senha alfanumérica longa. Entre em Opções de Código > Código Alfanumérico personalizado.

Essa senha pode ser solicitada, também, se o dispositivo tiver sido reiniciado, se você registrou uma biometria nova, se estiver bloqueado no iCloud ou se utilizar o SOS de emergência.

Outras dificuldades

Se você detectar que o problema não é nenhum dos citados acima, existem outras ações para tentar.

Por exemplo: caso você ainda não esteja com a versão mais recente do iOS, atualize o dispositivo. A atualização do sistema é feita para reparar erros de versões anteriores, e pode ajudar a recuperar o Touch ID.

Verifique se o dedo está cobrindo totalmente o botão de início, incluindo o anel. É preciso que ele cubra o botão durante alguns segundos.

Cuidado com as capas de proteção e com as películas protetoras de tela. Se a proteção for cortada de forma errada ou se a capinha for maior, pode ser que tampe parte do botão.

Conclusão: Touch ID e dicas finais

Bem, há algumas lições que nós queremos que você leve deste artigo, as principais são:

● Configure agora mesmo o seu Touch ID, ele é a melhor defesa contra invasões no seu aparelho;

● Sempre que o seu aparelho precisar de alguma assistência, procure uma empresa responsável, com histórico no mercado;

● Mantenha seu aparelho limpo e cuidado com as capinhas ou películas utilizadas, elas podem interferir no contato entre o seu dedo e o sensor;

● Por fim, para ter sempre a melhor segurança, faça um seguro para o seu aparelho. Afinal de contas, nele estão todas as suas informações mais importantes.

Quer saber como manter o seu aparelho sempre protegido e não apenas com seu Touch ID? Acesse agora mesmo a página do nosso seguro para celulares e entre em contato conosco. Lá você vai ver todas as vantagens que um seguro pode trazer para a sua vida.

Aqui, nós valorizamos o seu aparelho tanto quanto você. Acesse e saiba mais.