Blog da Pier » Como funciona o seguro auto?

Como funciona o seguro auto?

por Time Pier
Criado em

5 min de leitura

Auto
5
(1)

Com o alto número de carros nas ruas, a possibilidade de acidentes e problemas como as panes elétricas ou pequenos imprevistos, se torna cada vez maior. Como resposta direta e forma de ter mais segurança em todos estes momentos, o seguro veicular é a melhor escolha para quem deseja se manter protegido. Ele serve como um investimento, que ajuda o proprietário do veículo na hora de pagar o conserto ou para receber o reembolso do valor pré-determinado na apólice, dependendo do que acontecer.

Mas antes de escolher o melhor seguro para contratar, é preciso entender e saber como ele funciona. Desta forma, você evita dores de cabeça por já conhecer o que consta em seu plano, como é feita a cobrança, o que é e como funciona a carência dos planos, quais serviços é possível usar, como contratar e como acionar a seguradora, caso seja necessário e muito mais.

Se esse é o seu caso, continue lendo este texto que nós fizemos para tirar todas as suas dúvidas de forma fácil. Boa leitura!

Como funciona este tipo de serviço?

O primeiro ponto que é importante saber quando falamos sobre o funcionamento do seguro de automóveis é a questão da franquia e da tabela FIPE, ambas diretamente relacionadas com o acionamento.

Sobre a franquia do seguro, ela é um valor estabelecido no contrato que define até qual valor o contratante deve pagar caso seja necessário fazer reparos no automóvel. Assim, tudo o que for acima do valor é de responsabilidade da seguradora, ou seja, se a sua franquia for de R$1.000 e o orçamento for de R$3.000, você paga R$1.000 e a seguradora entra com os R$2.000 restantes.

Já para ocasiões onde ocorre a perda total do veículo ou situações de roubo ou furto, entra em ação a Tabela FIPE. Por meio dela, todos os veículos são classificados conforme o modelo, ano e se ele é novo ou seminovo. Nela constam os preços médios dos carros disponíveis no mercado, valor este que o dono receberá caso sofra PT ou acione o sinistro por furto.

Quais taxas eu tenho que pagar?

Para que você possa solicitar o auxílio do seguro auto, é necessário fazer o pagamento de uma taxa (mensal ou anual). Ela é a garantia de que, se ocorrer algum imprevisto, o proprietário do veículo será devidamente indenizado ou terá o auxílio para arcar com o conserto.

É importante lembrar também que o preço a se pagar varia de acordo com o número de serviços disponíveis, ano e modelo do veículo, se é novo ou usado e a idade do proprietário. Por isso, a ideia é pesquisar bem e simular o seguro auto para encontrar o que é melhor para você.

E quais são os serviços disponíveis?

A quantidade de assistências é um fator que muda dependendo da seguradora. De toda maneira, existem alguns serviços comuns entre as opções, como é o caso do guincho, reparos (por meio da franquia), furto, roubo e perda total. Mas além destes, é recomendado ter um seguro de carro que cubra problemas mecânicos e elétricos, incêndio ou explosão de veículo e reembolso em caso de perda total ou roubo.

No entanto, como citamos antes, o valor muda conforme o número de serviços contratados. É aqui que entram as opções de seguro de carro barato e úteis, como é o caso dos digitais. Por meio deles, é comum ter um maior número de serviços disponíveis, criando um plano personalizado que cabe no seu bolso, onde você escolhe somente o que precisa.

Existe período de carência no seguro auto?

Carência é um termo muito comum no seguro para carro ou moto, principalmente nas opções convencionais. Ele é um período no qual você não pode solicitar alguma cobertura, já que ela ainda está em processo de ser confirmada e garantida para o contratante.

Em outras palavras, nada mais é do que um tempo mínimo – que começa a valer desde a contratação do seguro – para que seja possível usufruir das coberturas selecionadas. Logo, isso é algo que você deve ficar sabendo desde o momento em que decide cotar o seguro, para escolher sempre a melhor opção para você e suas necessidades.

Mas é importante saber que existem, hoje, opções de seguro para carros sem carência, como é o caso da Pier. Conosco, se você fechar o seguro hoje, amanhã é possível solicitar qualquer serviço que esteja disponível para o seu automóvel.

Qual a forma de fechar contrato?

Antes de assinar o contrato, a primeira coisa que você deve fazer é decidir se vai contar com um seguro online ou nas modalidades convencionais. Isso interfere em pontos como o valor do seguro de carro, a quantidade de serviços disponíveis, disponibilidade de acionamentos por mês, forma de contato com a seguradora e a facilidade de resolução de um imprevisto.

Então, podemos dizer que tudo começa com uma boa pesquisa, entendendo todos os pontos positivos e negativos para você.

Feito isso, o próximo passo é simular o seguro de carro, que pode ser feito digitalmente ou no estabelecimento físico que você escolheu. E após esse processo, onde você entende quanto pagará por mês ou ano, quais assistências possui e quantas vezes pode acionar o seguro, resta apenas assinar o contrato para receber a apólice e ter mais segurança em todos os dias.

Até qual valor o seguro auto cobre?

Ao falar sobre quanto é coberto pelo seguro, entramos no ponto da franquia. Porém, isso depende da seguradora, do modelo e ano do automóvel, tendo em vista se ele é novo ou se já está com uma quilometragem rodada.

Mas esse valor não é uma surpresa já que, ao fazer a cotação do seguro auto, você pode analisar qual é o valor a ser pago, para decidir se é uma opção vantajosa ou não, visto que este valor, é o limite de quanto você pagará caso seja necessário acionar a seguradora em caso de sinistro.

Como acionar o seguro em emergências?

Normalmente, a forma de reportar sinistro de seguro é por meio das ligações telefônicas, o que costuma demorar muito tempo e, que nem sempre, resolve o problema do segurado.

É aqui que as inovações tecnológicas entram para auxiliar e facilitar. Com a criação de aplicativos especializados das seguradoras e os apps de mensagem instantânea, o processo de entrar em contato e alertar o sinistro se tornou mais simples e intuitivo. Para isso, basta que a empresa possua essa opção; portanto pense nisso antes de fechar o contrato.

Agora que você já sabe como funciona o seguro auto, que tal conferir nossos conteúdos para entender mais sobre esse serviço tão útil no dia a dia? Venha conhecer os motivos para confiar o seu automóvel à Pier! Com a gente você fica por dentro de tudo sobre seguro auto, além de ganhar mais tranquilidade no seu dia a dia.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: