Início » Novidades do mercado de automóveis

Novidades do mercado de automóveis

Para os apaixonados por carros, saber o que vem por aí é fundamental!

por Time Pier
Criado em

7 min de leitura

Auto
5
(2)

Não é de hoje que o mercado de automóveis recebe novidades e, a cada ano, possui tendências. E para quem ama veículos, estar por dentro de tudo o que está por vir é importante para saber se é o momento de adquirir um carro novo ou usado.

Então se você está pensando se deve comprar um carro ou se é o momento de esperar um pouco e analisar como o mercado vai se consolidar, confira esse texto da Pier onde elencamos tudo o que pode se esperar do mercado, novas tecnologias que devem chegar, lançamentos e algumas dicas para aumentar a segurança e o tempo de vida útil do seu carro. Veja conosco!

Tendências para o mercado de carros

Quando falamos sobre as tendências do mercado, estamos mencionando tudo o que pode ser esperado para acontecer. E uma vez que existem muitos carros à venda por ano e o número de compras é muito alto – tanto usados como seminovos e novos -, entender o que pode acontecer é essencial. Confira abaixo, então, 7 expectativas para o segmento:

1. Mais carros elétricos

Os carros elétricos chegaram para ficar, e é impossível falar sobre as novidades de carros sem mencionar esse ponto.

Criados há muito tempo, mas ganhando mais destaque recentemente principalmente devido a maior preocupação com o meio ambiente, uma pesquisa da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) aponta que a venda de veículos elétricos foi quatro vezes maior em 2021 do que em 2020, fechando em um total de 2.860.

A perspectiva, porém, é que isso se torne cada vez mais uma realidade, já que a grande maioria das montadoras está apostando nesses modelos, algo altamente positivo para a sociedade como um todo, por emitir e liberar menos poluentes no meio ambiente.

O melhor de tudo é que, se isso acontecer, os preços devem cair e ser mais competitivos. O motivo é simples: esse combustível tem sido amplamente usado nas fábricas. Consequentemente, comprar carros usados, seminovos e zero quilômetro será mais fácil devido à redução dos preços.

2. Queda dos “veículos populares”

Apesar de parecer positivo no sentido de que o preço vai cair, a perspectiva não é tão boa assim porque significa que os veículos populares (normalmente de baixa cilindrada, sem ar-condicionado e direção hidráulica, ou seja, mais básicos) estão parando de ser produzidos.

A consequência direta disso é que os carros de entrada serão os únicos que permanecerão disponíveis e em produção. O problema disso é que eles estão, hoje, em uma média de R$50 mil.

O aumento do preço, válido tanto para os carros seminovos como os zero, se dá principalmente ao fato de que cada vez mais as pessoas têm buscado por veículos de qualidade e mais equipados, o que aumenta o valor final do produto.

3. Maior procura por carros de luxo

A busca por carros de luxo é alta e tem despertado cada vez mais o interesse das pessoas, e não é para menos quando analisamos que, com a facilidade de receber e buscar informações, a busca geral por bens de luxo aumentou. A movimentação que vem como resposta a isso é um maior investimento no setor, e a expectativa é que aumente ainda mais.

4. Baixa quantidade de insumos

Nos últimos anos, diversas montadoras acabaram saindo do país ou dando um tempo nas produções em geral. Isso acontece devido a falta de insumos, uma situação constante no mercado. A previsão, no entanto, é que isso seja alterado a partir do segundo semestre de 2022 para que, em 2023, tenha uma normalização.

Consequentemente, se você decidir pesquisar um carro que parou de ser produzido, é possível ter um tempo de espera maior por ele e um aumento nos preços também, mas falaremos mais sobre esse segundo fator no próximo tópico.

5. Aumento dos preços

Uma das consequências diretas da baixa quantidade de elementos para a produção de um carro é a subida dos valores. E foi exatamente por isso que, nos últimos anos, pudemos observar um aumento generalizado nos veículos, com alguns modelos passando dos R$100 mil.

Mas é importante saber que o aumento não se dá somente devido à menor quantidade de insumos, mas também ao maior número de tecnologias que os modelos têm recebido, muito para ir de encontro ao que o consumidor tem exigido (como mencionamos anteriormente).

Ou seja, é um efeito cascata: a pessoa que quer comprar um carro busca um veículo mais completo e, para isso, é necessário usar novas tecnologias que aumentam o montante e tornam mais difícil fazer a compra, seja por meio do consórcio de carro, financiamento ou pagamento à vista.

6. Valorização dos seminovos

Você deve se lembrar que passamos por um momento onde alguns seminovos estavam custando mais do que um carro zero. Muito disso se deu principalmente devido ao aumento repentino dos preços, gerando uma valorização de 17% ao ano nos seminovos após um ano de uso, de acordo com o Selo do Maior Valor de Revenda da Autoinforme.

Por isso, o mercado de revenda de veículos se tornou cada vez mais atrativo, gerando uma quantidade interessante de dinheiro para carros bem conservados.

7. Maior preocupação com a emissão de poluentes

Muito ligado com o primeiro ponto que trouxemos aqui, e que possibilitou o aumento dos veículos elétricos e híbridos no Brasil, em 1º de janeiro de 2022 começou a valer um novo programa de emissões de poluentes, o Proconve L7.

Ele foi, e ainda será, responsável por gerar uma grande mudança e adaptação nos mais variados modelos de veículos, tudo para que eles comecem a emitir e despejar menos gases poluentes como o CO2 e, assim, o meio ambiente seja preservado.

E quais são as novas tecnologias esperadas?

Mas e sobre as novas tecnologias para carros, o que podemos esperar para os próximos lançamentos que estão por vir?

Falar sobre esse assunto é importante já que a tecnologia tem sido cada vez mais essencial e buscada nos veículos, ao mesmo tempo que faz com que os carros mais básicos sejam menos atrativos. Se espera que os novos automóveis tenham uma maior conectividade, interatividade, bem-estar e conforto, tudo para levar cada vez mais segurança.

Alguns tópicos que tem ganhado destaque são a ausência de alto-falantes para o som ambiente; carros que dirigem sozinhos; controladores eletrônicos nos lugares de cabos de aço, eixos e fluidos; carros inteligentes (com diversos sensores para ajudar na direção) e o uso cada vez mais frequente dos motores elétricos.

Além disso, muito tem se falado recentemente sobre veículos à base de água. A ideia é ter mais autonomia do que os elétricos ao mesmo tempo em que não faz a emissão poluentes para mover o veículo, o que seria ainda melhor do que os carros híbridos, que usam um motor a combustão, ou os elétricos, já que não seria necessário recarregar a bateria para voltar a usar.

Os lançamentos mais esperados do ano

Citroën C3 2023

Ao falarmos sobre os lançamentos de carros mais aguardados, é importante pontuar que, em sua maioria, eles são mais tecnológicos, com designs inovadores e uma ótima performance. Confira abaixo, então, quais são os veículos que estão para ser lançados:

  1. Citroën C3;
  2. Caoa Chery EQ1;
  3. Jeep Renegade T270;
  4. Fiat Pulse Abarth;
  5. Peugeot Landtrek;
  6. Great Wall Jolion e Great Wall Haval H6 (os primeiros da marca chines no solo brasileiro);
  7. Fiat Fastback;
  8. Honda Civic Híbrido;
  9. Renault Oroch;
  10. Honda HR-V;
  11. Volkswagen Polo;
  12. Renault Kwid E-Tech;
  13. Hyundai Creta Grand;
  14. Chevrolet Montana.

A maioria deles são novos modelos em cada uma das linhas, renovando principalmente no quesito dos motores e levando mais autonomia, ou veículos totalmente novos.

De toda forma, se você gosta de carros e está pensando em trocar o seu veículo, todos esses são boas opções para ficar de olho nos respectivos meses de lançamento.

Como aumentar o tempo de uso do carro?

Cuidar do veículo é a melhor forma de poder rodar sem problemas ou surpresas indesejadas. Por outro lado, é por meio de um bom cuidado que o seu veículo não vai ser muito desvalorizado na tabela FIPE, sendo suficiente para você receber um bom valor caso queira vender o seu veículo depois de um tempo.

Mas para quem se pergunta como cuidar bem do carro, existe uma lista de coisas que você pode seguir para isso, que são:

  • Fazer a calibragem frequente dos pneus;
  • Trocar o óleo para aumentar a lubrificação e reduzir o atrito entre as peças;
  • Seguir o que a montadora estabelece como quilometragem para fazer manutenções, bem como fazer manutenção preventiva de tempos em tempos;
  • Verificar a quantidade de água do radiador frequentemente;
  • Fazer alinhamento e balanceamento das rodas de tempos em tempos;
  • Analisar as luzes do painel para saber eventuais problemas de antemão;
  • Cuidar bem do ar-condicionado;
  • Lavar e encerar o carro pelo menos há cada 15 dias, fazendo uma boa limpeza nas partes internas e externas a fim de deixar o mais conservado possível.

Não podemos esquecer também que, seja para se proteger contra perdas totais ou ter reembolso em caso de furto ou roubo do carro, o seguro auto é um ótimo aliado que leva um cuidado especial para o veículo. Afinal, por meio dele você tem uma série de assistências e serviços sempre disponíveis para todas as situações que podem acontecer enquanto você está rodando no dia a dia.

O seguro auto só é uma boa ideia para carros 0 km?

Ter um seguro de carro é importante em todos os momentos, e aqui não importa se você tem um veículo novo ou se não. É claro que se você está comprando um carro zero na concessionária, a vontade de proteger esse bem é ainda maior devido a todo o investimento que você fez, mas isso é importante até mesmo na hora de comprar um usado ou seminovo. E por que?

Bem, os motivos são bem simples. Tudo começa com o fato de que os índices de furto e roubo de carros, no Brasil, são altos. Logo, se você tiver um seguro e sofrer uma situação assim, você pode receber um reembolso de até 100% do valor da tabela FIPE.

Mas mais do que isso, o número de acidentes também é muito alto, seja ele causando um PT (perda total) no veículo ou apenas danos parciais. E se esse for o caso, você também pode receber um reembolso ou auxílio para fazer a manutenção e poder voltar a rodar.

Além disso, contar com uma empresa do ramo é ótimo para ter tranquilidade que, mesmo se um pneu furar ou estourar, se ficar sem gasolina, tiver uma pane elétrica ou mecânica, você pode chamar a sua seguradora e ter todo o suporte necessário para contornar a situação.

Nos seguros, o que diferencia um veículo novo ou mais rodado é o preço do prêmio para manter a proteção, mas ainda assim existem opções muito em conta tendo em vista a proteção que esse serviço gera em todos os dias.

E se você quiser saber mais sobre o universo de automóveis para conferir dicas exclusivas e ter o melhor cuidado com o seu veículo, não deixe de conferir o blog da Pier, onde trazemos conteúdos como o de hoje!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: