Início » Tabela FIPE: como ela funciona e qual o impacto dela sobre o meu carro?

Tabela FIPE: como ela funciona e qual o impacto dela sobre o meu carro?

por Time Pier
Criado em

5 min de leitura

Auto
5
(1)

Muito falada, a tabela FIPE é um índice muito conhecido no ramo dos veículos, principalmente entre quem deseja negociar, avaliar ou até mesmo receber o reembolso no universo de seguros auto.

Mas apesar disso, ainda existem pontos que muitas pessoas não conhecem, e foi por isso que nós desenvolvemos este texto, onde você poderá tirar todas as suas dúvidas sobre a FIPE e a influência dela sobre o seu carro.

Então se você quer saber o que é, quem criou, qual o cálculo por trás da tabela, se ela é atualizada, qual a importância e o impacto dela nos automóveis e seguros, continue lendo este conteúdo para tirar todas as suas dúvidas!

O que é tabela FIPE e para que ela serve?

De maneira geral, a tabela FIPE expressa os preços médios dos veículos no mercado nacional. Vale mencionar que ela é somente uma base, então o preço efetivo de uma venda pode variar de acordo com alguns fatores como região, o quão conservado o carro está, a cor e os acessórios que ele possui, por exemplo.

Ao longo do tempo, esta tabela foi criando e aumentando a sua reputação e a confiabilidade entre as pessoas que fazem a compra e venda de carros usados. Sendo assim, ela ganhou novas utilidades, que hoje em dia são:

➡️ É a base para a pesquisa de preços de veículos

➡️ Gera, no comprador, a noção de quais veículos cabem no orçamento

➡️ Elenca, conforme o mercado, o preço médio de cada modelo

➡️ Serve como parâmetro para o cálculo do IPVA

E como se isso não bastasse, ela serve ainda como informação definitiva para a definição do montante da indenização no seguro. A diferença, no entanto, é quanto cada seguradora oferece como teto para o contratante do serviço. O mais comum é até 70%, podendo chegar a valores acima de 100% com um aumento de preço a se pagar mensalmente (na maioria das vezes).

Mas no seguro auto da Pier, você consegue até 100% da tabela FIPE sem pagar a mais por isso. Assim, você tem todo o suporte necessário caso passe por uma situação adversa que consta em nossa apólice como passível de estorno.

Quem criou a FIPE?

Criada em 1973 pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, a intenção era ajudar a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP. Hoje, o órgão oferece serviços para o governo e empresas privadas, mas este índice é o principal produto oferecido.

Desta forma, a Fundação é o órgão responsável pela atualização a fim de manter os preços sempre de acordo com o que está em uso no mercado de compra e venda de veículos, mas falaremos melhor sobre isso mais para frente.

Como consultar e saber o valor do meu carro?

Após entender melhor sobre o que é a tabela FIPE, quem e quando criou, a dúvida que fica é sobre como fazer a consulta, se você deseja comprar e vender carros usados ou assinar seguro.

O primeiro fator que você deve saber é que existe um site oficial do órgão onde você faz essa busca (veiculos.fipe.org.br), ou, se preferir, você pode baixar o aplicativo oficial Tabela Fipe (disponível para Android e iOS) e fazer a sua consulta.

Ao entrar nesse link, você será direcionado para uma aba que mostra o funcionamento da tabela e onde é possível pesquisar. Role a página até o fim para encontrar as seguintes opções para fazer a busca: “Consulta de carros e utilitários pequenos”, “Consulta de caminhões e micro-ônibus” e “Consulta de motos”.

A ideia, então, é selecionar o tipo de busca que deseja fazer, colocar os dados (mês e ano de referência para pesquisa, marca, modelo e ano do automóvel). Com tudo isso em mãos, basta clicar no botão “pesquisar” que todas as informações serão encontradas abaixo.

A consulta na tabela FIPE pode ser feita de forma rápida, ou seja, em menos de 5 minutos você tem o resultado e já pode simular o seguro auto sabendo quanto o seu carro vale e o montante que você receberá do seguro caso tenha algum problema.

É feita uma atualização frequente na tabela?

Por ser um índice muito importante, a tabela FIPE de carros é atualizada mensalmente, sempre nos primeiros dias de cada mês, o que resulta em 12 atualizações anuais. É importante lembrar que, na atualização de fevereiro, ela diz respeito aos valores de janeiro do mesmo ano.

Mas para fazer essa mudança, existe um processo que depende da venda de veículos, em qualquer lugar do país. Assim, a empresa recebe a informação dos órgãos de registro sobre código e a quantia, e usa esses dados para atualizar o preço médio do modelo.

De qual forma ela impacta nos veículos?

Uma dúvida muito comum é sobre a influência da tabela FIPE de veículos nos carros. E, de forma geral, ela atua sobre o valor médio, ou melhor, o valor que você poderá vender o seu automóvel caso queira anunciar, ou comprar um seminovo.

Mas não é somente essa influência que ela possui, já que o reembolso no seguro de carros ocorre com base no dado da tabela – como explicaremos mais para frente -, sem contar que o valor do IPVA varia conforme o cálculo anual.

Lembra quando explicamos sobre a forma como é feita a atualização mensal? O cálculo para o IPVA segue este mesmo padrão, mas ao invés de analisar o valor do mês anterior, ela pega o preço do ano passado e acrescenta cerca de 4% a mais para fazer o cálculo do valor do novo tributo, isso é válido para os carros de passeio.

Sendo assim, e para ficar mais fácil de entender, se o IPVA de um veículo estava na faixa de R$2.000 em julho de 2021, em julho de 2022 ele será R$800 mais caro, totalizando R$2.800.

Por que ela é tão importante nos seguros?

Como citamos acima, existe uma forte influência desta tabela no ramo de seguros automotivos. Isso se dá à medida em que, ao contratar os serviços de uma seguradora, uma das coberturas para total proteção é o reembolso.

Este varia de empresa para empresa, mas com a Pier, você pode acionar o seguro se sofrer roubo ou furto e, independentemente se o seu carro for encontrado ou não, nós fazemos o reembolso de até 100% do preço que o seu carro vale conforme o índice.

Mas no geral, se você sofrer um sinistro de seguro, é possível entrar em contato com a responsável pelo seu seguro e solicitar a indenização, que será no valor acordado no firmamento do contrato.

Como os valores são calculados?

Também conhecida como tabela FIPE de carros usados, ela serve exatamente para isso: precificar os seminovos em circulação no país. E como citamos anteriormente, ela é atualizada com base na coleta do preço de carros, motos e caminhões usados, seminovos e novos que são vendidos mensalmente.

Diferente do valor efetivo que será usado para concretizar a venda, a tabela não leva em consideração pontos como estado do veículo, região que o proprietário vive, quilometragem rodada e a quantidade de acessórios. Assim que os valores são definidos, os pesquisadores do órgão começam o processo de análise para descartar preços muito altos, muito baixos ou com alguma divergência estatística, chegando ao montante final que você encontra na tabela.

Agora, após entender melhor sobre a tabela FIPE, tão importante para os veículos e seguros, se você ficou com alguma dúvida e quer conhecer mais do universo de seguro de carros, confira o Blog da Pier, saiba tudo e tenha o melhor cuidado com este bem tão importante hoje em dia!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: