Blog da Pier » 5 dicas para NÃO cair em Golpes de Celular

5 dicas para NÃO cair em Golpes de Celular

Golpes de celular são comuns, mas você pode melhorar a segurança do seu dispositivo para evitar que golpistas invadam seus dados.

por Time Pier
Criado em

5 min de leitura

Proteção
5
(1)

Quantas vezes por dia você recebe uma ligação suspeita? Os golpes de celular são muito comuns e afetam muitas pessoas a todo instante. Mas afinal, o que os golpistas querem de você? Bom, qualquer coisa que possa ajudá-los a roubar seu dinheiro ou identidade.

Parece impossível, mas é muito fácil acabar caindo em golpes de celular, uma vez que essas pessoas conseguem emular muito bem um atendimento profissional. Dessa forma, obtêm facilmente dados do seu cartão de crédito, como número do cartão, CVV ou data de validade. Basicamente, eles enganam para conseguirem tais informações.

Saber em quem confiar pode ser complicado. É por isso que selecionamos cinco dicas para que você não caia mais nessas fraudes e mantenha suas informações protegidas dos golpistas. Continue lendo este post e proteja-se a partir de agora!

 

1. Não reconhece o número? Então, não atenda

Atualmente, nossos parentes mais próximos têm nosso WhatsApp. Se não, pelo menos, temos seus números de telefone registrados nos nossos contatos. A maneira mais fácil de evitar golpes telefônicos é atender apenas quando você souber exatamente quem está ligando.

Pode ser tentador querer saber quem está na outra linha, mas isso pode lhe custar muito caro. No Brasil, não é muito comum que as pessoas deixem mensagens no correio de voz, mas se quem te ligou precisa realmente falar com você, inevitavelmente vai acabar deixando uma mensagem.

Essa atitude é importante, porque muitos golpistas praticam spoofed, uma técnica conhecida como “falsificação de identificação de chamadas”. Esse recurso criminoso faz com que seja possível falsificar o número que aparece na tela do seu celular. Bem como, podem usar contatos de pessoas próximas para pedir dinheiro via WhatsApp.

Quem nunca recebeu uma mensagem da melhor amiga pedindo um PIX em um valor absurdo, dizendo que vai pagar assim que receber? Isso tem ficado cada vez mais comum e, se você não estiver preparado para esse momento, pode acabar perdendo dinheiro à toa. Assustador, não é mesmo?

Outro golpe de celular bem popular é um atendente fingindo ser funcionário do seu banco. Geralmente, ele diz que precisa das informações da sua conta bancária no mesmo instante, porque seus dados podem ter sido vazados e eles só querem proteger seu dinheiro. Mais uma vez, uma farsa.

 

2. Nunca forneça suas informações pessoais

Nunca, nunca, NUNCA forneça suas informações pessoais. Dados de cartão de crédito, CPF ou qualquer coisa que, de alguma forma, dê acesso para suas contas bancárias ou identidade, não libere para quem estiver na outra linha. Essas informações pertencem a você, então mantenham-nas protegidas.

Quando você for colocado em uma situação em que alguém estiver solicitando seus dados confidenciais, pense em quem eles dizem que são. Se for seu banco, eles ligariam para você do nada e solicitariam esses dados? Provavelmente não. Caso isso aconteça e você suspeitar, desligue a chamada e ligue para o seu banco imediatamente de um outro telefone.

 

3. Faça uma breve pesquisa

O telefone tocou e você atendeu. Não se preocupe! Às vezes, no seu trabalho pode ser bem comum receber ligações de desconhecidos e está tudo bem. Mas se suspeitar de golpe, certifique-se de obter o máximo de informações. Claro, sem oferecer nenhum dado em troca, ok?

Comece perguntando quem é, por que está ligando e como isso se refere a você. Se você ainda não tem certeza da credibilidade, uma rápida pesquisa no Google pode ajudar. Procure pelo nome da empresa. Caso seja um golpe, certamente vai encontrar outras pessoas reclamando da situação.

 

4. Bloqueie chamadas indesejadas 

Com o grande número de fraudes e golpes pelo celular, instalar um app que bloqueia chamadas indesejadas é uma solução eficaz para lidar com esse problema. Afinal, é uma forma de colocar o poder nas suas mãos.

Infelizmente, a maioria dos apps não podem desmascarar a pessoa responsável por essas ligações. Mas se você quiser esse tipo de serviço, terá que investir em uma ferramenta com esse serviço. Enfim, só o fato de bloquear esse tipo de chamada para que você tenha mais tranquilidade no seu dia a dia é excelente, não é mesmo?

 

5. Use a autenticação de dois fatores no WhatsApp

A autenticação de dois fatores no WhatsApp funciona para que o aplicativo verifique se a solicitação realmente vem de você. Para isso, a plataforma confirma seu login por meio de um ambiente separado.

Antes mesmo do WhatsApp implementar esse recurso, com certeza você já utilizou essa solução. Quando seu banco envia um código numérico ao seu telefone para você inserir e obter acesso, por exemplo, você concluiu uma autenticação de dois fatores.

Esse recurso é essencial para a sua segurança, porque neutraliza imediatamente qualquer risco. Então, se a sua senha for hackeada ou simplesmente descoberta, isso não é mais suficiente para dar acesso a um golpista. Afinal, sem a aprovação do segundo fator, uma senha sozinha é inútil.

 

Os 3 Golpes mais comuns para ficar de olho:

Vendas online, redes sociais, aplicativos de bancos, tudo isso veio para facilitar as nossas vidas. Mas, como nem tudo são flores, os golpistas também evoluíram com a tecnologia, comprometendo nossa segurança. Veja alguns golpes mais divulgados:

1. Whatsapp Clonado

Trata-se de um dos golpes virtuais mais comuns pelos bandidos. Os criminosos clonam o whatsapp e saem mandando mensagens para familiares e amigos, normalmente solicitados dinheiro.

Muitas pessoas, desesperadas em querer ajudar, se esquecem de checar se a mensagem vem da pessoa e acabam fazendo transferências de dinheiro.

Para se proteger, vá até a configuração do seu app e faça a verificação em duas etapas, isso vai dificultar a clonagem.

Outra coisa importante, ao receber uma mensagem, faça uma chamada de vídeo com uma pessoa para se certificar que não se trata de uma fraude. Às vezes pode se tratar apenas de algum amigo duro mesmo.

 

2. Golpe do Pix

O PIX veio para ficar, assim esperamos, e além de agilizar como transações bancárias, ele trouxe liberdade para milhares de autônomos que dependiam das altas taxas de maquininhas de cartão.

Se você receber alguma ligação ou mensagem no celular, dizendo ser do seu banco e precisa fazer um teste de PIX, não faça isso. Eles usam disso para confirmar dados que, futuramente, serão usados ​​contra você.

Uma dica valiosa é limitar seu PIX ou usar uma chave aleatória, e lembre-se, seu banco nunca pede senhas ou informações sigilosas pelo telefone.

 

3. Cadastros Falsos

Quem não gosta de receber cupons de desconto e promoções, não é mesmo? Esse é um dos golpes que muitos caem, por pensarem que se trata de algo inocente.

Mensagens falsas são enviadas nos celulares, a pessoa pensa que se trata realmente da empresa verdadeira e acaba fornecendo informações importantes na hora de falsamente se cadastrar nessas promoções.

Sempre que receber essas mensagens, seja por mensagem de texto ou e-mail, vá até o site oficial e verifique se a empresa está realizando essa promoção. Sites oficiais possuem certificados de segurança, que é aquele cadeado na aba do site. Os do governo, normalmente, tem o final com ”.gov.br”, fique atento a esses detalhes.

Agora que você já sabe como evitar os golpes de celular, pode melhorar ainda mais a usabilidade do seu dispositivo. Mas se você quer proteger seu celular contra furtos e roubos, pode aproveitar para conferir os planos que nós temos para você, sem burochatices. Acesse nossa página agora mesmo e tenha uma segurança mais completa!

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: