Transparência

Pier Bolt: a inteligência por trás do reembolso instantâneo de verdade

Pier Bolt: a inteligência por trás do reembolso instantâneo de verdade

"Seguros ajudam as pessoas, mas as pessoas não gostam de seguros."

Essa frase tem sido dita desde que a Pier foi fundada, em 2018. Ela nos inspirou a construir um seguro que as pessoas contratam não só porque tem medo de perder um bem, mas porque sabem que podem contar na hora que mais precisarem.

Uma seguradora que você possa confiar e quem sabe até seja capaz de conquistar um espaço no coração dos nossos membros.

Nos últimos anos conversamos com muitas pessoas para entender como criar um seguro mais confiável, descomplicado e sem burocracias. Os dados que descobrimos são chocantes:

Resultados da pesquisa Pier com consumidores 
  • 82% dos consumidores tem medo de não receber o seguro quando precisar
  • 74% tem medo de encontrar mais burocracia do que esperava no processo
  • 81% tem medo de ser mal atendido

Se o seguro existe para te deixar tranquilo, por quê a sensação de que você vai ter ainda mais dor de cabeça quando precisar usar?

Por isso, assumimos na Pier o compromisso de pagar reembolsos super rápidos para os nossos membros - e conseguimos: os reembolsos do seguro celular levam em média 5 dias para serem pagos e no seguro auto o processo é finalizado em uma média de 20 dias após acionar a Pier.

O resultado é muito bom para o tempo médio da indústria de seguros no Brasil (que demora até 30 dias no processo de reembolso), mas a gente sempre soube que dava para ir além. Sem mágica e nem pozinho de pirlimpimpim, mas com tecnologia.

Na Pier, a experiência do membro ocorre 100% no ambiente digital, o que nos permite captar dados que não são acessíveis para as seguradoras tradicionais.

Com a organização e análise dessas informações, nossos computadores são capazes de aprender continuamente (num processo conhecido como machine learning) transformando dados isolados em inteligência antifraude.

O que você é capaz de fazer em 1 segundo?

Provavelmente não deu tempo nem de terminar de ler a pergunta, né?! Mas esse é o tempo que a nossa inteligência artificial, o Pier Bolt, leva para analisar um pedido de reembolso do nosso seguro celular e dizer se ele pode ser pago na hora ou se precisa de um olhar mais apurado dos nossos especialistas em risco.

O que parece simples é uma tarefa complexa e que levava algumas horas para ser completada por um especialista humano.

Mas em uma fração de segundo o Bolt consegue receber e interpretar as informações da ocorrência, revisar a cobertura do seguro contratado, rodar uma análise de antifraude e, se estiver tudo certinho, enviar os dados do pagamento para o banco.

Foi o que aconteceu com o Luan, membro da Pier desde 2019 que teve seu celular furtado enquanto esperava o Uber no Rio de Janeiro: o reembolso foi aprovado pelo Pier Bolt e o dinheiro esteva na conta em apenas 15 segundos.

Quando eu registrei o furto no site da Pier, apareceu um temporizador na tela, em segundos recebi a aprovação e logo em seguida o dinheiro já estava na minha conta. Eu sei de pessoas que tiveram experiências ruins com outros seguros de celular e não imaginava que comigo seria tão simples, descomplicado e rápido. Sempre gostei muito da Pier, porém, só dá pra saber se o seguro é bom mesmo quando a gente precisa dele. E a Pier me trouxe uma experiência incrível.

E como funciona? (Tenho certeza que você vai perguntar!)

Funciona assim: ao ter uma ocorrência (roubo ou furto do celular, por exemplo), você entra no site da Pier para acionar o seguro.

Depois, vamos pedir a assinatura de um termo de honestidade, os dados da conta para pagamento e mais algumas informações sobre a ocorrência. Pronto, agora tá tudo na mão (na verdade, nos algoritmos) do Bolt.

Passo a passo de como o Pier Bolt funciona

Apesar de ter sido lançado oficialmente em abril de 2021, a inteligência por trás do Pier Bolt foi criada para nossa operação de Carnaval em 2020 e nos ajudou a bater o recorde de pagar um reembolso em apenas 38 segundos.

Ao longo do ano passado nosso time de especialistas contou com seus algoritmos para ter informações mais apuradas antes de analisar qualquer pedido de reembolso.

Depois de muitos pedidos analisados, que resultaram em um cruzamento de mais de 45 mil dados, o baby Bolt pode aprender bastante e se tornar quase um gênio da lâmpada, capaz de identificar com até 96% de precisão a probabilidade de um pedido de reembolso ser aprovado por nossos especialistas.

Já dá pra ver que parte da mágica está na capacidade do Pier Bolt analisar e interpretar de forma rápida uma quantidade de dados que tomaria alguns dias de trabalho de um humano.

Mas por que a Pier foi a primeira seguradora a usar tecnologia para implementar pagamentos instantâneos? Bem, porque o maior desafio está na captura, armazenagem e tratamento seguro dos dados. Com o modelo de negócios pensado para o digital, a Pier consegue otimizar todos os pontos de contato com nossos membros, gerando uma inteligência de risco única no mercado de seguros brasileiro.

Spoiler: esse é só o começo

O Pier Bolt mal chegou e já é nosso queridinho! Mas ele ainda tem muito o que aprender nas experiências que virão por aí.

Por enquanto, ele é capaz de aprovar automaticamente 1 em cada 10 pedidos de reembolso do nosso Seguro Celular. Com o uso do machine learning, o Bolt ficará cada vez mais treinado e deve ser responsável pela aprovação instantânea de 30% dos pedidos de reembolso do Seguro Celular da Pier - não só pagando mais pessoas com rapidez, mas dando uma bela forcinha ao nosso time de humanos ao reduzir o número de casos que precisam de uma análise mais aprofundada.

O Bolt também segue aprendendo com a nossa experiência no Seguro Auto à medida que cada vez mais brasileiros confiam na Pier para proteger seus carros. Em alguns meses, é possível que ele também seja capaz de colocar seus algoritmos em ação para os nossos membros do Seguro Auto, reduzindo ainda mais o tempo de pagamento do reembolso.