Blog da Pier » Quais tipos de seguro para carros existem?

Quais tipos de seguro para carros existem?

Muito falado e buscado, o seguro auto possui diferentes tipos. E se você quer saber tudo sobre o assunto, confira quais tipos de seguro auto existem.

por Time Pier
Criado em

5 min de leitura

Auto
5
(1)

Muito popular, principalmente devido ao alto número de automóveis nas ruas, o seguro para carros é um serviço fundamental que leva mais proteção e praticidade ao mesmo tempo em que reduz as dores de cabeça para quem o possui.

Mas apesar de diversos locais falarem sobre ele, poucas pessoas sabem que existe mais de um tipo o qual podemos encontrar esse tipo de seguro, seja falando sobre uma assistência em específico ou sobre ser obrigatório ou facultativo.

E para saber tudo sobre os tipos de seguro que você pode encontrar e contratar para evitar maiores preocupações, continue lendo esse conteúdo da Pier e saiba tudo sobre o assunto!

 

Para começar: o que é o seguro auto e por que ele é importante?

De forma mais fácil, o seguro de carro é um serviço que tem como finalidade gerar maior proteção para quem possui um automóvel. Aqui, falamos principalmente sobre os prejuízos financeiros que podem ser causados por um acidente – que causa danos corporais ou materiais -, furtos ou roubos. Somado a isso, a pessoa não precisa sair correndo para resolver tudo sozinha pois, com uma ligação ou mensagem, a empresa está disposta para ajudar a contornar o problema.

Assim, vemos que após comprar um carro, ter um seguro para ele é muito importante já que é uma maneira de levar muita segurança para todos os momentos, independente de onde você estiver. Como consequência, você pode dirigir de forma tranquila, sabendo que ao seu lado se encontra uma empresa disposta a ajudar em diversas situações, sempre conforme as assistências e coberturas dispostas na apólice de seguro.

Isso, por si só, é um motivo suficiente para contratar um bom seguro. Mas para deixar ainda melhor, você pode solicitar um reembolso (de acordo com o valor do seu carro na tabela FIPE) em casos de perda total, roubo ou furto. Ou seja, você não fica sem dinheiro mesmo se algo acontecer em nível suficiente para impossibilitar que você rode com o seu veículo.

 

Existe mais de um tipo de seguro para carro? Quais as diferenças entre eles?

Ao fazer a cotação de seguro auto, um dos pontos que podemos descobrir diz respeito à quantidade de assistências que estarão disponíveis após contratar o serviço com a empresa. Mas você sabia que existe mais de um tipo de seguro para carros que podem ser encontrados no mercado e que eles são diferentes entre si?

A primeira coisa que devemos analisar é que, em todos os casos, existe o chamado sinistro e você não vai precisar resolver as coisas por conta própria. Mas o principal ponto que difere cada um deles diz respeito à proteção adquirida com o plano.

Confira abaixo, então, todas as modalidades que você pode encontrar e as principais características de cada um deles:

 

Seguro DPVAT

Sendo o único dessa lista que não é encontrado com uma seguradora de veículos, o DPVAT não é facultativo, ou seja, todo mundo que possui um carro precisa ter! Mas o que é o DPVAT?

Também conhecido como Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT), ele tem a Lei nº 6.194/74 como base e é obrigatório para todas as pessoas que têm um carro para fins de amparo à vítimas de acidente de trânsito, independentemente de quem foi o culpado.

Ele funciona como um imposto e é pago anualmente (no total de R$13.500,00), junto do IPVA, por quem possui um automóvel. Em suas coberturas temos morte, invalidez permanente e Despesas de Assistência Médica Suplementares (DAMS) para quem sofreu um acidente.

Vale pontuar ainda que qualquer pessoa que sofreu lesões possui o direito de solicitar o auxílio deste seguro, seja ela motorista, pedestre ou passageiro, culpada ou não pelo acidente.

 

Seguro com cobertura básica

Como o nome sugere, esse tipo de seguro de veículos possui uma cobertura mais ampla e é tido como muitos como uma boa modalidade devido a maior proteção gerada. Com ela, você pode receber reembolso em caso de roubo, furto, colisões com perda total, acidentes naturais, incêndios, explosões, enchentes, raios e mais outros problemas de acordo com a empresa que você cotar.

Além disso, aqui entra também a questão dos danos parciais, e não somente a perda total (que acontece sempre que os danos são maiores do que 75% do preço do carro no mercado). Mas se esse não for o seu caso, pode ser usada a franquia, que nada mais é do que uma coparticipação entre a seguradora e o segurado, onde a empresa pagar uma parte (predefinida antes de fechar o contrato) e cabe ao segurado todo o excedente para pagar pelo conserto do carro.

 

Contra roubo e furto

Um tipo mais básico que pode ser encontrado com diversas empresas do ramo. Esse tipo de seguro somente cobre contra furtos ou roubos do seu veículo. Então, se você sofrer algum problema que não seja um desses dois, você não possui nenhum tipo de proteção extra.

Devido a isso, é comum que esse tipo de serviço seja mais barato do que outras opções, mas saiba que somente é possível receber reembolso se o carro não for encontrado ou caso ele seja encontrado em estado de perda total. Tudo o que for além disso não está coberto e a seguradora não oferece qualquer pagamento ou ajuda para o segurado, nem mesmo para pequenos reparos.

E justamente por se tratar de uma cobertura tão básica, tanto o roubo como o furto estão disponíveis como coberturas na grande maioria das demais modalidades.

 

Seguro RCF

O Seguro RCF, também conhecido no mercado como Seguro Contra Terceiros, surgiu como uma resposta direta para quem não deseja ter prejuízos caso gere um acidente de trânsito que envolva outras pessoas. Afinal, em situações como essa, o responsável pelo ocorrido é obrigado por lei a arcar com todos os custos resultantes do ocorrido (seja para reparo do carro, danos morais, físicos e estéticos ou lucros cessantes).

Mas com o RCF você não precisa fazer o pagamento já que basta contatar a sua seguradora e, se você possui essa modalidade, ela será a responsável por indenizar os outros envolvidos no acidente a fim de que ninguém tenha prejuízos.

Existe a possibilidade de que o prêmio do seguro seja um pouco mais alto devido a isso, mas também é possível não ter cobranças extras mesmo se o acionamento for necessário.

 

Cobertura contra desastres

Esse é um dos menos buscados em nosso país, já que depende de situações mais específicas, o que o torna mais comum em áreas com riscos maiores. De toda forma, o seguro com cobertura para desastres é um tipo que leva proteção contra danos materiais causados por raios, explosões, nevascas, enchentes, incêndios e outras situações parecidas.

Assim, se você passar por alguma dessas experiências, basta sinalizar à empresa que você contratou o seu seguro auto e ter todo o suporte necessário para os reparos, ou até mesmo o reembolso dependendo do grau de intensidade do problema.

Gostou do conteúdo de hoje falando sobre os tipos de seguro para carros que você encontra para contratar? Então não perca tempo e confira o blog da Pier para se inteirar ainda mais sobre o assunto e ter máxima proteção enquanto anda de carro!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: