automóvel, seguro automotivo, seguro de automóvel, seguro auto

Cobertura x Assistência: aprenda a diferenciar para usá-las quando precisar

Cobertura x Assistência: aprenda a diferenciar para usá-las quando precisar

Quando o assunto é seguro auto, não tem jeito! Seja para quem já está habituado, seja para quem ainda é novato nesse meio, sempre bate uma dúvida ou outra. Como é o caso da diferença entre cobertura e assistência que, inclusive, podem influenciar no valor a ser investido.

Portanto, antes de fazer negócio com uma corretora de seguros auto, por exemplo, não tenha receio de tirar suas dúvidas, e de pedir explicações claras quanto à amplitude da cobertura e dos serviços de assistência contemplados pela apólice.

Posto isso, neste artigo, conheça as principais características e diferenças entre cobertura e assistência disponibilizadas pelas seguradoras.

Cobertura de seguro

Em geral, a cobertura de seguro se aplica quando o bem assegurado sofre danos ou perdas de natureza expressiva, irreparável e, até sem possibilidade de ser recuperado.

Atualmente, sabemos que existem diversos tipos de seguros com finalidades diferentes, como é o caso do seguro auto, de vida, residencial e para os nossos inseparáveis smartphones.

Apesar disso, para facilitar seu entendimento, nesse tópico, vamos tomar como exemplo o seguro para automóveis, combinado?

Com isso em mente, confira abaixo algumas situações em que a cobertura pode ser acionada:

-roubo ou furto, apresentando a comprovação do boletim de ocorrência;

-acidentes de trânsito resultando em danos parciais ou perda total do veículo;

-danos envolvendo acidentes naturais, como alagamentos;

-prejuízos envolvendo terceiros.

Entenda mais sobre a classificação de sinistro antes de fechar negócio com uma corretora de seguros auto

Quando falamos sobre cobertura de seguro auto, não podemos deixar de falar sobre outro termo bastante conhecido nesse universo, o sinistro. Que pode ser compreendido como todo acontecimento acidental e não intencional, resultando em prejuízos ao patrimônio assegurado.

Porém, é preciso que o sinistro esteja previsto na apólice contratada, para que a seguradora possa oferecer a cobertura compatível para cada caso.

Além disso, para orientar a indenização que será oferecida após a avaliação do que aconteceu, os sinistros podem ser:

Parcial

O contratante assume o pagamento da franquia (previamente acordada na apólice) e a seguradora cobre o restante;

Total

A seguradora se responsabiliza pelo valor integral da perda ou dano e o contratante fica isento do pagamento de franquia.

Mas porque é importante que você saiba disso? Pois, antes de fechar um contrato com uma corretora de seguros auto, você precisa saber do valor da franquia, assim como os demais serviços e as facilidades oferecidas.

Assistência de seguro

Agora que já esclarecemos os principais aspectos sobre as coberturas, ficará ainda mais fácil entender o que é a assistência.

Nesse sentido, como o próprio nome já sugere, ela reúne a contratação de serviços utilitários ao bem assegurado.

Utilizando o mesmo exemplo do tópico anterior, ou seja, o seguro auto, podemos falar de algumas possibilidades que cabem nessa categoria, confira abaixo:

-serviço de guincho e de chaveiro;

-consertos mecânicos;

-carro reserva.

Além disso, existem outras duas diferenças importantes nessa modalidade. Em primeiro lugar, não há necessidade de indenização por parte da seguradora. Assim como, não precisa registrar sinistro, pois o que precisa ser reparado não é muito complexo.

Como já mencionamos, mais uma vez, é importante que você converse com a corretora de seguros auto de sua escolha, a fim de esclarecer os serviços que estão disponíveis para inclusão na apólice.

E aí, esse conteúdo foi útil? Acompanhe o blog da Pier para explorar outros assuntos!