Blog da Pier » O que é seguro de Perda Total?

O que é seguro de Perda Total?

Ao dirigir no trânsito, estamos expostos a uma série de situações que podem causar perda total no veículo, independente do motivo e de quem foi o responsável pelo ocorrido, o que torna essencial ter um bom seguro.

por Time Pier
Criado em

3 min de leitura

Segurês
5
(1)

A cada dia mais e mais tem crescido a importância de ter um seguro, principalmente quando analisamos a modalidade feita para automóveis. Muito disso se dá porque existem muitos veículos rodando por todo o Brasil, o que aumenta consideravelmente as chances de ter algum problema.

E dentre as consequências que podem surgir, não podemos esquecer da perda total, que é normalmente uma das cláusulas de proteção nesse tipo de serviço. Então se você quer saber tudo sobre o PT no seguro para carro, continue lendo esse texto que nós, da Pier Seguradora, fizemos para esclarecer todas as dúvidas.

 

O que é considerado perda total?

Perda total ou PT, como também é conhecido, é o nome dado a uma situação em que o custo para reparar o veículo é superior do que o valor previsto na apólice do seguro de carro. Além disso, as seguintes situações também se encaixam nesse termo: quando o veículo não puder ser recuperado, por alguma razão, ou quando o seu carro é furtado e o criminoso acaba batendo e gerando danos muito altos para a manutenção.

Ou seja, essa é uma situação de sinistro onde você pode acionar o serviço da seguradora de veículos que você fechou contrato para não ter prejuízo. E a consequência direta é o reembolso, onde a empresa analisa quanto o carro vale e envia uma indenização para o cliente do serviço.

Vale lembrar ainda que, caso exista franquia no seu plano de proteção para o veículo, não é necessário pagar essa taxa se você sofrer um PT.

 

Como funciona e quais as coberturas em um seguro de PT?

Quando falamos sobre as coberturas, estamos mencionando as situações que podem gerar uma perda total e que são possibilidades de sinistro de seguro, e engana-se quem pensa que somente batidas e acidentes estão inclusos; afinal, seja por colisões, capotagens ou quedas acidentais, desastres naturais (como raios e suas consequências, granizo, furacão e terremoto), ou até mesmo a submersão do veículo podem gerar a necessidade de ressarcimento ao segurado.

É claro que essas são as possibilidades, mas todas as que estiverem disponíveis no seu plano podem ser analisadas no momento em que você faz a cotação de seguro, tudo para saber exatamente contra que tipo de situação você possui proteção e em quais isso não é possível. Vale pontuar, porém, apenas é considerado como perda total quando o custo para o conserto é igual ou superior a 75% do valor total do carro.

Mas como funciona então? Como já adiantamos, se você tiver o seu carro com sinistro, a seguradora fará uma análise e vistoria do veículo para assegurar que houve mesmo uma perda total. Após isso, ela vai conferir o valor do seu carro na tabela FIPE, que é a base para saber quanto você receberá de reembolso. É importante lembrar que o mercado atua com um índice de até 100% da FIPE para as indenizações.

 

O que eu preciso fazer para receber o reembolso?

Se o seu carro sofreu PT e você possui um seguro auto com proteção contra essa situação, a primeira coisa a se fazer é manter a calma, apesar de ser um pouco complicado. Mas lembre que você não está sozinho e não terá que arcar com nenhuma despesa por conta própria!

Feito isso, você precisa separar os documentos (pessoais e do carro) e abrir o boletim de ocorrência para comprovar que houve um incidente e como foi, incluindo todos os detalhes fundamentais para que a seguradora faça o pagamento da indenização.

Com tudo isso em mãos, basta entrar com o pedido de reembolso por meio do site, app ou número de telefone da instituição que você fechou o contrato. Eles vão pedir o envio de todos os documentos e fazer uma análise em até 30 dias. Uma vez aprovados os documentos, você recebe o reembolso de acordo com o valor do seu veículo na tabela de seguro de carros e pronto, dinheiro na mão e processo finalizado.

Gostou de saber mais sobre o seguro de perda total para carros? Então confira o Blog da Pier Seguradora para conhecer ainda mais sobre esse assunto e ter total proteção e tranquilidade ao contratar um bom plano para os seus dias!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: