Início » Como escolher o melhor seguro celular para o meu telefone?

Como escolher o melhor seguro celular para o meu telefone?

por Time Pier
Criado em

5 min de leitura

Smartphone
0
(0)

Perfeito para quem busca mais proteção diária enquanto usa o aparelho celular, ter um seguro é a melhor opção já que, independente do que acontecer, é possível contar com uma empresa do ramo para resolver a situação. E tendo em vista que ter segurança é sempre bom – seja contra furtos, roubos ou danos no seu celular -, essa modalidade começou a ganhar destaque e ser buscada entre os brasileiros como uma forma de evitar maiores problemas.

Mas como escolher o seguro para celular? Se você possui essa dúvida e quer entender o que buscar para encontrar a melhor opção para os seus dias, confira esse texto da Pier onde vamos explicar tudo sobre o assunto!

 

Antes de tudo: o que é o seguro celular e por que ele é benéfico?

A primeira coisa que devemos explicar, para depois entrar em tudo o que é necessário para fazer uma boa escolha, diz respeito ao que é o seguro de celular e todos os benefícios e motivos em contar com este serviço.

Para entender melhor o que é, devemos lembrar das outras modalidades de seguro e comparar com cada uma delas. Ou seja, ele é um serviço que ajuda a prevenir contra prejuízos e dores de cabeça nas situações chamadas de sinistro.

Então, ao contratar esse serviço você pode deixar as preocupações de lado à medida em que, pagando a mensalidade, você pode contatar a seguradora se sofrer problemas como uma quebra do aparelho, um roubo ou furto.

Mas após comprar o smartphone, como o seguro pode ajudar? Isso é bem simples, e tudo começa com o fato de que é um serviço muito barato (principalmente quando comparamos com o valor do reembolso, que explicaremos melhor no próximo tópico).

Somado a isso, você conta com várias coberturas e assistências para não ter que se preocupar com nada e, para melhorar ainda mais, todos os seus dados ficam totalmente protegidos. Logo, ter um seguro smartphone é a melhor forma de andar com o telefone para todos os lugares sempre de forma tranquila, sem precisar se preocupar caso enfrente problemas.

 

Quais são as situações consideradas como sinistro?

Assim como em outras modalidades, também existe sinistro no seguro para celular, e ele tem como base as situações mais corriqueiras.

Por isso, seja quando você sofre um roubo (situações onde é aplicada violência ou agressão para a retirada do bem), um furto (que pode ser qualificado, com indícios do crime, ou simples, sem vestígios do ocorrido) ou até mesmo, em alguns casos, os danos de forma geral, seja com ele caindo no chão ou até mesmo a queda de líquidos que danificam o aparelho.

A diferença se dá quando falamos sobre o que acontece ao contatar a seguradora. Se você tiver proteção contra danos, por exemplo, é possível que a empresa do seu seguro para smartphone fique responsável por enviar o aparelho para o conserto. Em um caso assim, é possível que você tenha que pagar pela franquia para que o conserto ocorra.

É importante ter em mente que nem todas as empresas oferecem os mesmos serviços, como é o caso da cobertura contra danos. Além disso, nem sempre existe o valor da franquia também, o que é uma ótima opção para que você não tenha maiores despesas, mesmo se algo acontecer.

 

Existe reembolso no seguro celular?

Como citamos acima, é possível receber uma indenização dependendo do que acontecer. E não é para menos, afinal, você contratou esse serviço para não ter prejuízos, não é mesmo?!

Sendo assim, principalmente em casos de roubos e furtos (qualificado e simples, dependendo da seguradora), basta sinalizar o sinistro com a seguradora para receber o valor pelo seu dispositivo, e aqui não importa se futuramente ele será encontrado ou não.

Apenas fique atento ao seguinte ponto: o estorno do seguro para iPhone, e outros modelos, não é feito no total aplicado para comprar o aparelho! Mas como funciona, então?

De forma geral, no mercado não existe uma tabela que define os preços de cada um dos celulares, mas é possível fazer uma busca em diferentes sites para encontrar uma média usada na venda de um dispositivo usado, sempre usando fontes confiáveis para determinar o valor.

Encontrando esse preço, você descobre o valor a ser recebido caso sofra um sinistro. Vale lembrar também que, na grande maioria das empresas, é possível descobrir o montante do reembolso na hora em que você faz a cotação de seguro, então esteja atento durante essa etapa tão importante!

 

Pontos para considerar antes de fechar o contrato

Chegando então ao final do conteúdo, e após entender tudo o que o seguro celular pode oferecer de facilidades para os dias e como ele funciona, vamos então aos pontos de atenção para encontrar o melhor serviço para os seus dias.

Tudo começa procurando um plano que cabe no seu orçamento. Somado a isso, a melhor opção é ter um seguro com as coberturas adequadas para o que você precisa, lembrando que roubo e furto qualificado estão presentes na maioria dos casos.

Agora, se você quer se proteger até mesmo contra furto simples, por exemplo, é fundamental buscar uma empresa que tenha essa cobertura no plano para ser uma preocupação a menos, e o mesmo vale também para os danos físicos ao dispositivo!

Esses dois pontos estão muito ligados entre eles e com o próximo cuidado antes de fechar o contrato, que é o de ter um bom montante de reembolso. Afinal, se você tiver um plano que cabe no seu bolso, que tem as assistências que você precisa e com bom valor do estorno (e preferencialmente sendo feito de forma rápida para evitar problemas), o custo-benefício se torna alto e o seu dinheiro está sendo bem investido em sua proteção!

Mas mais do que isso, é necessário analisar também se você deseja uma opção de seguro online ou convencional (com todos os benefícios que as empresas de cada ramo oferecem), algo importante principalmente para saber a facilidade de contato que você terá. E após conferir tudo isso, outro fator importante para a decisão é a forma de sinalizar o sinistro, analisando tudo o que você precisa enviar para a empresa.

Aqui, lembre que normalmente basta fazer um BO online, ou pelo meio tradicional, bloquear o aparelho com o IMEI (ligando para a sua operadora de celular e pedindo o bloqueio), enviar os dados bancários para a seguradora e o boletim de ocorrência para, após uma análise da situação como um todo, receber o reembolso.

E tendo tudo isso, sempre com coberturas de acordo com o que você precisa para os seus dias e com um reembolso adequado, você conta com o melhor seguro celular para ter total proteção em todos os momentos.

Gostou do conteúdo de hoje e quer saber mais dicas para proteger o seu celular todos os dias e rolês? Então confira o blog da Pier onde trazemos diversas dicas que vão te ajudar nisso!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: