Blog da Pier » Contrato de seguro: como funciona e ao que se atentar para não ter problemas

Contrato de seguro: como funciona e ao que se atentar para não ter problemas

por Time Pier
Criado em

4 min de leitura

Segurês
5
(1)

Ao decidir fechar com o melhor seguro para proteger um bem, o último passo é a assinatura do contrato. Porém, é importante tomar muito cuidado com este documento e ler por inteiro já que ele é a certidão que comprova o vínculo entre as duas partes. Sendo assim, o que está escrito ali é o que deve acontecer, e é exatamente esse o motivo que torna interessante ter conhecimento sobre ele.

E para saber tudo sobre a apólice de seguro (como também é chamado) e ter total tranquilidade e proteção, continue lendo esse texto que a Pier fez especialmente para que você não tenha dores de cabeça. Venha conosco!

O que é o seguro de contrato?

Contrato de seguro é o nome dado ao documento firmado entre a pessoa e a seguradora de veículos, ou outros possíveis bens. Mas não é somente um simples documento, já que nele consta tudo o que você está contratando. Isso vale para seguro auto, de celular, de vida, residência, e outras opções que você pode escolher, pois se encaixa para todos os casos e todos eles necessitam de um acordo legal.

Entendemos, então, que ele é um acordo formal, firmado legalmente, garantindo que todos os lados se comprometem a manter o que foi decidido. Por parte do segurado, é a obrigação do pagamento mensal; e por parte da empresa, a obrigação de oferecer todos os serviços necessários e contratados caso ocorra uma situação que torna inevitável acionar a empresa.

Por meio da apólice, você tem uma oficialização de todas as coberturas do plano e consegue analisar também as responsabilidades da empresa, condições que se enquadram como sinistro, prazo de vigência, carência, fidelidade e valor mensal a se pagar.

E para entender o seu funcionamento de forma simples, devemos lembrar que ele sempre vai representar dois lados: o segurado, que é a pessoa que tem interesse imediato na preservação de um bem, e a instituição, que tem autorização para suportar riscos, pagar indenizações ou oferecer serviços para contornar situações indesejadas, tudo mediante o pagamento de uma taxa negociada.

Ele pode ter mais de um tipo?

Apesar de não ser muito falado, os contratos podem ser de um dos seguintes tipos:

  1. Aleatório: não existe igualdade nas contribuições e o segurado não sabe o que receberá em troca da mensalidade;
  2. Adesão: não há a possibilidade de discutir as cláusulas pré-estabelecidas;
  3. Bilateral e oneroso: gera obrigações iguais para as partes;
  4. Formal: com forma escrita obrigatória.

É importante saber todas estas características no momento de simular o seguro já que, assim, você consegue analisar se o seu seguro para celular – entre outros – possui tudo o que você deseja ou não, evitando uma série de problemas, como não saber os tipos de serviços que você possui, não poder discutir as cláusulas ou até mesmo ter responsabilidades desiguais.

Tudo o que está presente no contrato

Para ter o melhor seguro para os seus bens, é importante cotar o seguro e escolher uma boa empresa (confiável e com o oferecimento de boas coberturas e serviços). Mas é somente nas características do contrato de seguro que você realmente vai saber se possui o que precisa porque a apólice possui os seguintes pontos:

➡️ Dados do segurado (nome completo, data de nascimento, número do RG e CPF, endereço de residência);

➡️ Valor pago mensalmente, chamado de prêmio ou taxa;

➡️ Período que o contrato vale;

➡️ Todas as coberturas assumidas;

➡️ Se alguma cobertura tem uma cobrança diferente;

➡️ Cláusulas gerais (que definem a relação e as responsabilidades, deveres e direitos das partes), especiais (caso o segurado tenha escolhido coberturas adicionais) e particulares (benefícios, coberturas, indenizações e condições para cancelamento);

➡️ Como fazer o pagamento do prêmio;

➡️ Forma de comunicar um eventual acidente;

➡️ Montante da franquia de seguro para auxiliar em consertos, se necessário;

➡️ Tudo que se encaixa como sinistro;

➡️ Serviços aos quais a pessoa tem direito.

Ao assinar o contrato, você declara estar de acordo com os termos apresentados pela empresa e, caso não exista carência, já pode contar com todos os serviços descritos na apólice.

Pontos de atenção para evitar adversidades

Após conhecer melhor o contrato, sabendo o que é, como funciona, as modalidades e o que deve estar presente, chegou o momento em que falaremos sobre tudo o que você precisa se atentar. O primeiro ponto é ver se ele se trata exatamente sobre o que você contratou e se o documento foi emitido da forma certa. Se tudo isso for válido, olhe os seguintes fatores:

  1. Conheça os objetivos do contrato;
  2. Analise as coberturas do seu plano;
  3. Veja se todas as cláusulas (gerais, especiais e particulares) estão corretas;
  4. Certifique-se sobre os seus dados estarem corretos;
  5. Confira a taxa de seguro e veja se bate com o que foi oferecido para você;
  6. Saiba todas as situações caracterizadas como sinistro presentes no contrato;
  7. Esteja certo de que o valor da franquia é o que foi acordado anteriormente;
  8. Observe se o prazo de validade do contrato está presente e de acordo com o que foi combinado.

Por fim, não esqueça de conferir se tudo está correto, ou seja, se tudo o que falamos que deve estar presente consta no documento. Agindo desta forma, você garante que não terá nenhum tipo de problema futuro ou até mesmo dores de cabeça pensando que está seguro contra uma situação, mas, na verdade, não está.

Não se esqueça também que é possível fazer alteração na apólice, e o pedido pode partir tanto da parte contratante como da seguradora. Caso necessário, a ideia é acionar a companhia e passar tudo o que você deseja que seja alterado.

Mas agora que você já sabe tudo sobre o contrato, caso queira conhecer ainda mais detalhes sobre o universo de seguros para escapar de problemas, confira o Blog da Pier onde trazemos muitas dicas sobre o assunto!

Photo by Leon Seibert on Unsplash

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: