Blog da Pier » Como funciona um rastreador veicular?

Como funciona um rastreador veicular?

Obrigatório em alguns seguros, o rastreador é um acessório que ajuda a encontrar um carro que foi furtado no trânsito. Mas para quem se pergunta como ele funciona e se é uma boa ideia instalar no seu automóvel, continue lendo esse texto onde explicamos tudo sobre o assunto!

por Time Pier
Criado em

4 min de leitura

Segurês
5
(1)

Seja ao andar em carros com familiares e amigos ou ao conversar com pessoas que possuem um veículo, você com certeza já ouviu falar sobre o rastreador ou até mesmo já pensou em colocar no seu carro, não é mesmo?!

Muito disso se dá devido à forma como diversas pessoas acreditam que essa é a melhor forma de evitar problemas, sendo considerado por muitos como uma alternativa melhor – e mais barata – do que contratar um seguro, inclusive.

Mas você sabe o que é o rastreador de veículos, como ele funciona, os pontos fortes e fracos do dispositivo e se ele é obrigatório em todos os planos de seguro para carro? Se a resposta foi que não, embarque com a Pier Seguradora nesse texto e entenda tudo sobre o assunto para tirar todas as suas dúvidas e aumentar a sua proteção diária!

 

O que é o rastreador?

Normalmente pequeno e pouco chamativo, o rastreador veicular é um dispositivo que pode ser instalado nos automóveis a fim de gerar mais proteção. A intenção por trás disso é simples: controlar e saber, em tempo real, a distância e localização do carro, já que ele transmite informações.

Ou seja, ele é um equipamento que se comunica com outros, levando informações que saem do carro e vão para um outro dispositivo, normalmente um celular ou computador. Tudo isso é feito por meio do satélite o qual o GPS do aparelho está conectado, servindo como forma de oferecer, em tempo real, a localização do carro e outros dados como a velocidade, por exemplo.

Vale pontuar que usar esse tipo de tecnologia no veículo não infringe nenhuma legislação do nosso país; então você não estará fora da lei por fazer isso. Mas por que ele é uma boa opção para quem busca mais segurança? Isso acontece já que você (ou a Polícia, por exemplo) consegue rastrear onde o veículo está, ficando mais fácil de encontrar o carro caso você seja furtado.

Não se esqueça, porém, que a função de encontrar o seu veículo não cabe a você, e sim à Polícia Civil ou Militar após a formalização do Boletim de Ocorrência!

 

Ele é obrigatório em todos os seguros?

Uma vez entendido o que é esse dispositivo e como ele funciona, a dúvida que fica é sobre qual a relação entre rastreador com seguro. Isto é, como ele pode ajudar e se todas as seguradoras estipulam como sendo obrigatório esse aparelho, justamente por ficar mais fácil de encontrar o veículo se ocorrer um sinistro no trânsito. Aqui, devemos analisar que isso é variável conforme as diretrizes de cada empresa.

O que pode acontecer, no entanto, é que a empresa exija que ele seja instalado para aceitar determinados veículos no plano do seguro de carro, sendo algo mais exclusivo para veículos de luxo.

De toda forma, esse é um tópico o qual você vai poder conferir na hora de fazer a sua cotação de seguro, entendendo os pontos que você deve seguir para ter, e manter, o serviço ativo.

É claro que, por ser um instrumento que ajuda a localizar o veículo, ele simplifica o procedimento de busca do carro, porém, ainda assim ele não é obrigatório (exceto os casos como o que citamos acima). Ao mesmo tempo, se você quiser colocar no seu veículo para se sentir mais protegido, nada te impede já que a empresa não vai recusar o seu pedido de seguro por esse motivo.

E mesmo que o seu carro não seja recuperado, existem empresas que somente vão disponibilizar o reembolso após encontrar o veículo; então, se torna interessante ter o rastreador para ficar mais fácil receber o reembolso e ter menos dores de cabeça também.

 

Ter um rastreador substitui o seguro?

Existe uma dúvida muito frequente quando o assunto discutido é esse aparelho, que é sobre o que é melhor: seguro ou rastreador? E aqui, o ponto questionado é se ele é suficiente para substituir o serviço de uma seguradora ou não.

A primeiro momento, mesmo com o baixo custo e as vantagens que ele possui (que explicaremos melhor no próximo tópico), já adiantamos que não, ele não é melhor do que o seguro auto ou suficiente para ser o único método de segurança aplicado no seu veículo.

Afinal, existem algumas particularidades que você somente encontra no seguro, como é o caso dos reparos no veículo em caso de acidentes, da indenização se ele for roubado ou sofrer perda total, bem como todas as assistências que podem ser acionadas se algo menor acontecer (como uma falta de gasolina, problema com pneu ou pane elétrica no veículo), entre outras. Em contrapartida, não existem proteções extras em ter o aparelho instalado, já que ele serve para localizar o automóvel.

Logo, ele é uma boa opção – principalmente para quem não possui dinheiro para manter um seguro ou está se perguntando se é um bom plano para ter mais tranquilidade diariamente -, mas com certeza a proteção fica muito melhor, e maior, quando aliamos o rastreador veicular com o seguro, já que ambos funcionam perfeitamente de maneira complementar.

 

As vantagens e desvantagens de ter um rastreador no carro

Quando pensamos sobre os benefícios do rastreador de carro, devemos analisar que eles são:

  1. Baixo custo para comprar e instalar;
  2. É fácil de instalar;
  3. Leva mais segurança por aumentar a possibilidade de encontrar o veículo caso seja furtado;
  4. Não precisa de uma análise de perfil para instalar;
  5. Pode diminuir o preço do seguro de carro por ser uma forma mais fácil de encontrar o carro se algo acontecer.

Por outro lado, devemos ver que os pontos não tão bons são os fatos de que ele não cobre a perda do veículo, ou seja, você não recebe reembolso algum se o seu carro for roubado na rua, e ele não substitui – ou sequer possui alguma cobertura para danos, por exemplo – o serviço de uma boa seguradora de veículos.

Em outras palavras, ele é um ótimo equipamento para ser instalado no carro, principalmente pelo baixo custo para fazer isso. No entanto, ele não é autossuficiente para quem quer máxima proteção ao andar na rua, fazendo com que o mais recomendado seja ter também um seguro auto de qualidade ao seu dispor para evitar problemas.

E se você gostou de saber mais sobre o rastreador e a forma como ele pode ajudar no seu dia a dia, mas quer conhecer melhor o universo dos seguros de carro, não deixe de conferir o Blog da Pier Seguradora para isso! Venha conosco e leve a melhor proteção para o seu veículo.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: